20/11/2011

Falsos ricos

Ontem enquanto fazia compras no Jumbo, reparei numa senhora dos seus 40 e poucos, loira, vistosa, vestida de estilistas famosos da cabeça aos pés. Só para terem uma noção, era isto que ela levava nos pézinhos: 


Eu que nunca tinha visto umas destas ao vivo, fiquei logo de olhos colados nos pés dela. Quando reparo que ela estava a fazer as suas compras na parte low cost do Jumbo. Não sei se era o caso dela, mas fiquei a pensar em casos que idênticos que conheço. Os chamados falsos ricos, para quem a aparência conta mais que tudo, e que por isso mesmo têm um carro topo de gama, roupas caríssimas, jóias vistosas, os filhos nos melhores colégios, mas depois vai-se a ver e a casa está vazia e têm de contar os tostões para comer todos os meses. Faz me mesmo confusão esse tipo de pessoas que vive de aparências, que prefere ter uma casa completamente vazia e passar fome, mas poder passear-se num carro caríssimo para que todos possam pensar como tem dinheiro. Conheço alguns casos desses. Havia uma rapariga que era tal e qual. Quando fez anos recebeu um Wolksvagem beetle novinho em folha, era uma grande "cagona" sem nada na cabeça mas toda bem vestida. A família era igualzinha e já era conhecida por isso aqui na terrinha. Diz quem a conhece melhor, que quando iam à casa dela, nunca se tinham sentido tão mal, numa casa nada vivida, fria e só com o básico para que fosse possível viver. Como é que uma pessoa pode viver assim? Como é que as aparências podem ser assim tão importantes para essas pessoas? Sinceramente não compreendo...

29 comentários:

  1. Há muita gente que vive apenas das aparências... Pessoalmente, gosto (e tenho) que me vestir bem, mas nas peças básicas gasto o mínimo possível para poder gerir os gastos. O meu telemóvel tem neste momento 4 anos e não o pretendo trocar só porque há outros todos xpto. É uma questão de prioridades. E quem não tem dinheiro não tem vícios, acho que foi por isto que o nosso país chegou onde está :(
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Pessoas que vivem de aparências é o que mais há por aí... agora com o apertar do cinto é vê-las a deixarem de comer para continuarem a vestir bem...

    ResponderEliminar
  3. há muita gente assim. que coisa feia

    ResponderEliminar
  4. Eu também tinha ficado colada nos sapatos dela.
    Estes tipo de pessoas dão pena, porque apesar de terem a aparência que querem não são felizes e vivem mal quando podiam viver super bem.

    ResponderEliminar
  5. Isso é um horror... prefiro comprar calças de 30 euros mas ter sempre a despensa cheia de comida.

    ResponderEliminar
  6. Continuando no comentário da S* prefiro não comprar um par de calças e ter o que comer. o nome da música é Golden Days de Mónica Ferraz

    ResponderEliminar
  7. Não percebo, acho triste que alguém tenha uma maior preocupação com aparência do que outra coisa. Até quando hoje em dia podes andar linda dos pés à cabeça vestindo Primark e Zara.

    *beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente há muita gente que prefere passar fome e parecer uma estrela de cinam na rua, do que ter uma vida saudavel e média em todas as vertentens. Enfim...prioridades --'

    ResponderEliminar
  9. Prioridades completamente ao contrário.. é um pouco triste, mas conheço muitas pessoas assim..

    http://thediariesofmissbad.blogpsot.com

    ResponderEliminar
  10. eu sou uma caça pechinchas por isso o que levo vestido custa sempre muito pouco eheheh

    tenho pena que pessoas assim não dêem valor às coisas realmente importantes e que não tenham personalidade para se orgulharem delas próprias como pessoas e não pelo que trazem vestido!

    ResponderEliminar
  11. Crise mental....maior que a económica!!!
    Bj

    ResponderEliminar
  12. Volkswagen* :$
    Infelizmente há muita gente assim...

    ResponderEliminar
  13. É uma parvoeira realmente, pessoas assim deviam era preocupar-se em colocar comida na boca dos filhos do que andar aí a pavonearem-se com roupas e carros xpto...

    ResponderEliminar
  14. Também não compreendo, mas conheço várias pessoas assim. Depois não podem lanchar num café porque não têm dinheiro :/

    ResponderEliminar
  15. Ai eu é que não passava fome para vestir coisas de estilistas ou ter carros topos de gama. Só preciso da roupa para não ter frio e de transportes para percorrer longas distancias, qual é a lógica de pôr em causa princípios básicos de sobrevivência por coisas supérfluas? enfim.

    ResponderEliminar
  16. Para muitas pessoas é isso que apenas verdadeiramente importa: parecer muito mais do que aquilo que se tem de verdade. Parece que têm uma ânsia de estar (ou pelo menos, parecer...) uns bons patamares acima.

    ResponderEliminar
  17. Conheço pessoas que já foram ricas, endinheiradas e que agora estão na lama. Mas mesmo assim, continuam com o mesmo nível de vida só para manter as aparências. Mantêm esse nível pedindo dinheiro a amigos, esses sim com elevadas possibilidades económicas!

    Enfim... preferem manter aparências para não darem parte fraca!

    ResponderEliminar
  18. Concordo plenamente. Há com cada pessoa, ai ai -_-

    ResponderEliminar
  19. a mim também me faz imensa confusão -.-

    ResponderEliminar
  20. Conheço tantos assim. E o contrário também, felizmente.
    Boa semana. Bj**

    ResponderEliminar
  21. Concordo totalmente contigo, o conforto é bem mais importante que a aparência. E deixa-me dizer-te que as botas da imagem são horríveis.

    ResponderEliminar
  22. Olha, esses "bichos" que ela levava nos pés dão-me medo! Que coisinha mais foleira (na minha opinião, claro!)...

    ResponderEliminar
  23. Não podia concordar mais com isto. Pobres de espírito!

    ResponderEliminar
  24. Também conheço casos assim e não compreendo!
    Preferem passar fome a admitirem que não são ricos, credo!

    ResponderEliminar
  25. é mesmo de pessoas mesquinhas, dadas a aparencia ! Acho ridiculo -.-

    ResponderEliminar