16/05/2012

That's it!


Ando à uns meses a pensar se vos falo num assunto bastante delicado para mim, ou não. Decidi que só caso se confirmasse, viria fala-vos nisto, e sinceramente desejei com muita força que esse momento não chegasse nunca. Infelizmente chegou, e por isso o post de hoje é sobre isso mesmo. 
Como a maioria de vocês deve ter percebido, tenho um relacionamento de 5 anos e meio, apesar de não falar muito no assunto, pois acabaria por expor outra pessoa por aqui que não eu. E é sobre essa mesma relação que hoje vos falo.
O namorado foi, em meados de Fevereiro, fazer testes para tentar entrar numa companhia aérea famosa do Médio Oriente, onde segundo consta, é bastante complicado conseguir entrar. Foi numa de curiosidade, mas nunca pensou (nem eu) que realmente ficasse. O ordenado era aliciante, a possibilidade de viajar pelo Mundo todo, casa paga, alimentação paga, e uma série de benesses que se iam acumulando à medida que ele passa-se lá mais tempo, foram as promessas. Foram meses de espera, de entra não entra, até que segunda-feira lhe ligam a felicitá-lo, tinha conseguido! Dentro de três meses ele terá de ir viver para o outro lado do Mundo com um contracto de três anos. 
Como fiquei, perguntam vocês? Ora acho que não preciso de escrever, pois todos podem imaginar com estou...Ele vai mesmo aceitar? Sim, ele vai mesmo aceitar ponto final
Tendo uma oportunidade de ganhar 7 ou 8 ordenados mínimos (embora completamente sozinho num país estranho), ganhar só um em Portugal não lhe chega.
Como fica a nossa relação no meio disto tudo? Não fica obviamente. Três anos fora do país? Por mais que se goste é humanamente impossível, pelo menos para mim.
No dia que soube que ele ia tentar a sua sorte, não liguei muito, pois supostamente era quase impossível entrar. À medida que o trabalho parecia cada vez mais perto, fui ganhando um aperto no coração, que sinceramente não sei quando vai deixar de cá estar...
É uma situação complicada eu sei, mais que complicada até...mas o que me irrita mais no meio disto tudo é ter de acabar um namoro por razão nenhuma. Não é incompatibilidade de feitios, não é já não gostarmos um do outro, não é discussões, não é nada. São duas pessoas que se dão extremamente bem, que gostam muito um do outro, que passaram todos os momentos dos últimos anos juntos, e que agora, pela decisão de um deles, vão deixar de estar juntos...

Achei que devia desabafar convosco esta situação que me preocupa neste momento, pois é provável que o blog se possa tornar um pouco menos alegre. Eu neste momento não consigo que esteja tudo bem. Resolvi contar-vos porque também sei que posso contar com todos vocês, sei que me vão ajudar a ultrapassar esta fase menos boa, e tudo o que eu preciso agora é de apoio!! Por isso se alguém quiser deixar testemunhos, opiniões ou até raspanetes por eu ter esta opinião tão radical, faça favor, sou toda ouvidos, ou neste caso olhos ;)

84 comentários:

  1. Entendo que deves de estar um trapo é uma oportunidade única para ele tu entendes isso e sabes que era complicado para ele deixar escapar,mas compreendo que não dá para manter um relacionamento com 3 anos fora do país isso seria impossivel mas é triste quando algo tem de acabar por uma oportunidade de trabalho por nada de mal mas nunca se sabe se a vossa relação até não vai superer isso e até daqui a esse tempo estarão de novo juntos já se sabe que agora não dá para pensares nisso só consegues pensar que vais ficar sem ele mas deixa ver dá tempo
    bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Acabar? Porquê?! Estás a sofrer duplamente já, desnecessariamente. Foca-te agora neste rompimento, não de relação mas sim físico. Deixa as coisas fluírem naturalmente... não sofras antecipadamente. Acredita, quando há amor verdadeiramente, a relação supera isso e muito mais (sei do que escrevo). Hoje em dia há muitas formas de colmatar a saudade. Não te precipites. Não se precipitem. Pois podem se vir a arrepender.

    Um abracinho apertado ;)

    ResponderEliminar
  3. É uma situação complicada. Compreendo ele ir, e compreendo a decisão de acabarem, mas se o amor é forte eu acredito que se consiga superar uma relação à distância. Já mantive uma relação à distância, e sei o quão doloroso foi, mas conseguimos superar tudo e a relação ficou ainda mais forte. Eu sou daquelas que acredita que o amor vence tudo :)

    Força, querida. Estamos aqui para te apoiar :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Entendo perfeitamente como te sentes, e embora seja uma oportunidade fantastica para ele, se fosse comigo, acho que ficava para morrer! Mas pensa que o que está destinado a ficar junto, fica! Quando voltar quem sabe se as coisas não começam novamente e ainda melhores :) quero-te bem!

    ResponderEliminar
  5. É uma situação complicada, mas se vocês gostam mesmo um do outro, vai tudo resolver-se. Nunca puseste a hipótese de ir com ele? Mesmo que não seja já (tens o estágio, eu sei), ires para lá depois? Não sei, é só uma ideia. Só tu sabes o que queres fazer, mas se fosse eu, ponderava essa hipótese.

    ResponderEliminar
  6. Acho que é realmente uma situação bastante complicada para ambas as partes! Ele não quer deixar fugir uma boa oportunidade e isso implica estar afastado durante 3 anos. O meu conselho é que vivas um dia de cada vez e que tenhas calma... Se realmente "tiver de ser, será" e só tens de dar tempo ao tempo e ver o que vai acontecer. Não te deves precipitar...

    Um beijinho enorme!*

    ResponderEliminar
  7. Não precisam de romper...vão levando as coisas com calma, é a melhor solução!

    ResponderEliminar
  8. Porque não vais com ele? e arranjas trabalho por lá?

    iria ser uma experiência e tantoo

    ResponderEliminar
  9. Porque não vais com ele? e arranjas trabalho por lá?

    iria ser uma experiência e tantoo

    ResponderEliminar
  10. Não vou minimizar e dizer que estás a exagerar nos teus pensamentos ou atitudes. Sinceramente, acho que é uma situação muito delicada essa. Pelo que escreveste, vocês têm uma boa relação, onde existe amor. Mas, também entendo a parte dos "3 anos" de distância física/geográfica. Penso que no teu lugar, eu estaria com as mesmas dúvidas...

    Beijinho grande e muita força.

    ResponderEliminar
  11. Porque não vais com ele? e arranjas por lá um trabalho?

    iria ser uma experiência e tantooo

    ResponderEliminar
  12. Minha querida, nunca passei por semelhante, mas imagino que não seja fácil. :( Não sei que te possa dizer, realmente não é muito bom terminar uma relação de tantos anos e com pernas para andar dessa forma, mas... Porque não vais com ele? É a única hipótese que vejo. Se bem que ele vai andar pelo ar e tu vais passar muito tempo sozinha. É mesmo complicado, fico triste por ti.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Nem me imagino nessa situação. Calculo que te esteja a custar horrores. :( Mas tens que ser forte e não te podes deixar ir abaixo. Mas não terminem a relação como se nunca mais se fossem ver. Ele há-de voltar a Portugal e vão estar juntos... E, um dia, se ele voltar definitivamente, se tiver destinado a ser assim, tudo ficará bem entre vocês. :) Força querida.

    ResponderEliminar
  14. Sei o quão é difícil esta fase, infelizmente. Deixo-te apenas um grande beijinho com muita energia positiva. Tu irás descobrir forças em ti, nunca antes conhecidas. Muita força*

    ResponderEliminar
  15. Realmente é uma atitude radical e que, sinceramente eu não percebo. Pelo que dizes eu suponho que na vossa relação exista confiança, portanto, se vocês se amam tanto, estão juntos à tanto tempo, não achas que vale pelo menos a pena tentar?
    Talvez se torne desgastante e doloroso sustentar uma relação nestas condições, mas pelo menos sabes que tentaram. E, pode até acontecer que isso só fortaleça a vossa relação.
    Por outro lado, se realmente se separarem, tenho a certeza que o tiver de ser será, se estiverem destinados vão com certeza voltar a ficar juntos.

    ResponderEliminar
  16. Não quero pensar em passar por uma situação dessas. Acredito que estejas a sofrer imenso. Mas, vendo a questão toda por fora, acho que estás a sofrer por antecipação, não no sentido de ficarem 3 anos separados (o que sim, é bastante) mas no sentido de estares já a acabar com tudo. Acho que podiam tentar. Vocês têem confiança um no outro. Se for coisa de depois não conseguirem, compreende-se, mas ao menos tentaram. E com certeza que vão tentar fazer de tudo para se verem ... skypes, viagens de fim de semana, sei la ...

    tenta, a sério. acho que acabar já com tudo é muito radical, mesmo!

    Mas compreendo que te estejas a sentir bastante frustrada!!

    Força!! Um beijinho e um XI =)

    ResponderEliminar
  17. Compreendo como te sentes. Mas não compreendo porque colocar já um ponto final. Pode realmente o amor não resistir a tanta distância física durante tanto tempo mas é preferível que seja essa distância e esse tempo a dizer vos que já acabou ou que deve acabar... E nenhum dos dois saberá se não irá resistir. Quem sabe? Vão levando, nos dias de hoje já não existem só as cartas... E se trabalha numa companhia aerea as possibilidades de dar cá pulinhos são maiores não é? Deixa fluir, até onde vos vai levar.

    ResponderEliminar
  18. Não é de todo uma situação fácil, mas o Amor supera tudo :)
    Esta é também uma oportunidade de por a prova a vossa relação...
    Beijinho e força

    ResponderEliminar
  19. minha querida, quando comecei a ler este post revi-me nele a 90%.
    Em 2007, tive uma prova de fogo parecida a tua, onde o meu namorado da altura foi trabalhar para uma grande empresa portuguesa a trabalhar na Roménia. Simplesmente na altura (e ao contrário de ti), acreditava piamente que fosse possível manter esse amor mesmo a 4000 e tal km de distância. (podes ver aqui, http://queres-falar-sobre-isso.blogspot.pt/2007/08/toda-sorte-do.html)

    Tal como tu tb estava receosa, também sentia um misto de sentimentos, eu nem sei explicar o que sentia. Sabia que aquilo era o melhor para ele mas, o sentimento era grande na altura e no fundo eu não queria que ele fosse.
    Acabou por ir. Quase 2 anos depois, a lutar contra a malvada distância deu-se a rotura. Porque tal como tu, eu também precisava de alguém aqui, alguém ao pé de mim, alguém que não me visitasse só 3 ou 4 vezes por ano, meia dúzia de dias.
    Eu gostava dele, ele gostava de mim mas por vezes gostar não chega.

    Ninguém é igual a ninguém e até pode ser que o teu caso seja diferente do meu (assim espero) mas eu sei o quão difícil é manter um relacionamento a distancia.

    Desejo-te toda a sorte do mundo e se quiseres falar mais sobre isso com alguém que passou por algo parecido estou aqui. Contacta-me por e-mail ou face.
    Bjs* grandes querida

    ResponderEliminar
  20. Independentemente de tudo o que te possam escrever aqui, apenas tu podes compreender a tua decisão.
    Mas na minha opinião é demasiado radical, ainda têm o tempo antes dele partir e claro que depois viajar até ao lado do planeta não é mesmo que ir a uma cidade europeia por exemplo, mas se se amam como dizes não compreendo a decisão de cortar a relação logo assim. Nenhum de nós está na mesma situação que tu, mas podemos por exemplo pensar nos casais e famílias que se separaram nos anos 60 quando existiu a vaga de emigração portuguesa para o Brasil e para França, foram pessoas que passavam meses e anos sem um telefonema, sem uma imagem via skype e outros que tais.
    Como te digo cada um tem a sua opinião é claro, e a minha é de alguém que tem passado 10 anos com o seu amor, trabalhamos e vivemos juntos desde praticamente que nos conhecemos. Tivemos a sorte de ter sido sempre aceite nos mesmos desafios em conjunto, mas por exemplo, neste momento estamos na Alemanha porque era bom para ele e também não sendo mau para mim, juntámos as duas coisas e decidimos vir. No entanto no próximo ano eu vou ficar em Portugal e ele vai andar cá e lá. Sim eu sei não tem comparação, mas o que te quero dizer é que devemos sempre tomar decisões ponderadas e não simplesmente tomar uma decisão radical que irá mudar a tua vida.
    E é claro que não estou a defender ninguém porque aqui também só estamos a falar de ti e não dele, mas se é com ele que imaginas passar o resto da tua vida, é com ele que queres ter filhos?! Apesar da minha opinião sinceramente não sei o que faria mas pelo menos iria dar luta.
    Beijinhos Querida e força :*

    ResponderEliminar
  21. Minha querida, o meu marido (namorado na altura) foi trabalhar para Angola durante dois anos. Foi difícil? foi... muitooooo. Mas pensa bem antes de acabar, talvez seja radical. A tua decisão tem de depender de vários factores, sendo o principal, quantas vezes vem ele a Portugal nesse período de 3 anos.

    O meu marido quando foi, foi sem data prevista para voltar, ou seja; período indeterminado e não sabíamos se ia ser por um ano, dois, quatro, cinco, nada...

    Tinha mil coisas que te podia dizer sobre isto mas aqui não o faço mas deixo-te à vontade para falar por email caso queiras...

    Força e pensa bem, porque é difícil mas não é impossível e eu quando ele foi pensava exatamente assim... é humanamente impossível manter esta relação... mas não foi...

    Beijinhos e força querida

    ResponderEliminar
  22. Minha querida, realmente não é uma situação muito fácil, aliás, nada fácil mesmo! Eu sou muito "romantique" em certas coisas e sou muito a favor do "prefiro saber que tentei do que desistir!"

    Acho que, para já, é radical pensares em não tentar! Acho que deviam dar a oportunidade de "tentar", ver como será... Se os dois gostam muito um do outro, se os dois se dão bem... O que perdes em tentar?

    Vais sentir muita saudade? Vais!
    Vais sentir muita falta dele? Vais!
    Vais desejar muita vez que ele estivesse ao pé de ti? Vais!
    Vai haver momentos em que vais precisar dele e ele não vai estar? Vai!

    Mas pensa bem...
    Não vai acontecer isso tudo, quer tentem ou não? VAI!

    É esta a minha opinião minha querida!

    Um beijinho cheio de carinho *

    ResponderEliminar
  23. Ohhh, fico contente pelo teu namorado, pois é uma oportunidade de vida única, mas triste pelos dois, pois sei que deve ser uma situação muito difícil para ambos. E a questão de ires com ele?! não se colocou?! se calhar não pensaram nisso , seria uma opção razoável se gostam tanto um do outro e acredito que sim. Pensa nisso. Acho que não acabava um namoro por esse motivo e seguia o meu homem para onde ele fosse. Mas claro, tu é que sabes.
    Fico aqui a trocer pelo vosso amor.
    Força.

    bjs querida Pretty .

    ResponderEliminar
  24. Eu acho que não deves pensar já em acabar pelo menos sem tentar!! Acima de tudo fica contente por ele. Aposto que há muita gente que gostava de estar no lugar dele.. e vocês tenho a certeza que conseguem arranjar um jeito, sempre há um jeito.. Pelo menos sem tentares não desistas porque nada é impossível :)

    ResponderEliminar
  25. É uma situação complicada, mas se a relação é sólida, a distância física não devia ser impeditivo para continuarem. POdes sempre visitá-lo e ele a ti.

    Boa sorte!

    ResponderEliminar
  26. O meu marido também teve uma proposta para ir trabalhar para a Líbia e quase que se decidia a ir mas depois ponderou e ficou cá (mas é preciso ver que há um bebé pelo meio e ele já tinha outro emprego!)...é sempre uma decisão complicada...espero que tudo corra pelo melhor. Bjoca*

    ResponderEliminar
  27. Oh querida,só te desejo muita força! Não consigo sequer imaginar o que estás a passar, eu tenho uma relação de quase 7 e apesar de vivermos longe um do outro mas ambos em Portugal, não é fácil por isso imagino do outro lado do mundo mas força, muita força!!

    Beijoca grande**

    ResponderEliminar
  28. Ah, porque não tentam a ver se resulta, a distância pode ser má mas não significa o fim. Eu sei o quanto é difícil mas depois tudo acaba por compensar, eu pelo menos penso assim e tenho feito os possíveis para que as coisas resultem. Tenta ;)

    ResponderEliminar
  29. Ohhh fiquei mm emocionada ao ler. Sao 3 anos sim, mas ele pode vir de x em quando de certeza e tu la! Uma das minhas melhores amigas teve 2 anos numa relacao ha distancia e agora vivem juntos!! =) Força linda, vai tudo correr pelo melhor!


    http://placequotehere.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  30. Se conseguirem manter uma relação à distancia era " bom ", mas deve ser extremamente dificil..
    E quem sabe ... se estarem afastados 3 anos não querera dizer que quando ele voltar tudo fica~´a mais forte.
    Ás vezes estes acontecimentos servem para nos testar.
    Hummm conversa com ele, cheguem a uma conclusão, uma conclusão que não magooe nehum de voz.
    beijinho e força ;)

    ResponderEliminar
  31. 3 anos querida não é humanamente impossível ! Ok...posso estar a falar de cor, sem dúvida, porque nunca passei por algo semelhante. No entanto nutro um grande sentimento por um amigo que se encontra em Inglaterra e há 2 anos que é meu amigo...soube que realmente tens destino marcado. Sofro todos os dias por não poder estar com ele e apoia-lo. No entanto não deixo de lhe mimar todo o santo dia! Nunca se quer lhe deixo pensar no inevitável. Por isso minha querida, 3 anos é muito sem dúvida mas não é impossível. Nunca ouvis-te dizer que o amor vencer tudo?! Até as maiores distâncias?!
    Pois bem ! Pensa com calma em tudo, mas a meu ver penso que te precipitas-te. Dá uma oportunidade a vocês. Daqui te envio um abraço bem forte! E se estivesse contigo vinhas dar uma volta comigo e "lavava.te" essa cabeçinha ;) Beijinho muito grande :*

    ResponderEliminar
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  33. Hummm, sei bem o que estás a sentir. No meu caso foram quase 3 anos e meio e 10 mil km de distância. Se é fácil? Claro que não. Custa p'ra caraças e às vezes só apetece desistir de tudo e deixar o sofrimento de lado. Se é possível? Completamente!!!! Nada é seguro nesta vida e tens que conhecer muito bem a pessoa que está contigo (assim como conhecer-te a ti própria e saber os teus limites). No meu caso serviu para fortalecer a nossa relação e ter a "certeza" do que queríamos. Vão ser tempos difíceis, mas não é algo que seja impossível. No final das contas, só tens que fazer o que o teu coração mandar, e quem sabe, tu também aventurares-te com ele... Seja qual for a decisão boa sorte para o caminho.

    ResponderEliminar
  34. É uma situação muito complicada. Percebo o teu lado, mas também entendo o dele. Por outro lado acho que não devias tomar nenhuma decisão precipitada que te possas vir a arrepender futuramente.
    Há um ano o meu namorado teve de ir trabalhar para uma cidade a 300km de mim (eu sei que é totalmente diferente e que a tua situação é mais complicada, nós conseguimos estar juntos de uma em uma ou duas em duas semanas)e está à espera de transferência para cá, o que pode durar só mais um ano ou cinco ou seis anos, não sabemos.
    É dificil, há vezes que sinto que estamos mais afastados, os horários e as folgas são rotativos e nem sempre são compativeis com os meus para aproveitar-mos como queremos o tempo que estamos juntos.

    Se já pensei em acabar? já. Mas tivemos uma conversa e a conclusão foi a mesma que tu descreves, gostamos um do outro, dámo-nos bem, porquê acabar sem nenhum motivo aparente?
    Decidimos que vamos vivendo cada dia e aproveitando o máximo que podemos juntos, se algum dia já não nos sentirmos bem nem seguros desta relação, ai sim tomaremos outra decisão. Até lá, espero pelo dia em possamos estar juntos todos os dias.

    Não te precipites, não desistas facilmente do que te faz feliz, pensa bem ;)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  35. É complicado ;-(... A única hipótese seria ires com ele (se possível)! Caso contrário, só vejo reencontrarem-se daqui a 3 anos e sabe-se lá o que acontece até lá!!!

    Beijinho princesa, e espero que consigas "digerir" esta situação da melhor forma possível.
    Força

    ResponderEliminar
  36. Olá querida Pretty!
    Olha, deixaste-me muito emocionada com este post, e nem sei o que te dizer, eu nunca passei por isso e nem imagino ficar sem o meu marido, ele é tudo para mim, mas já ponderaram em tentar manter o namoro, mesmo à distância? só tentando, para ver se resulta, e podes talvez visitá-lo, e ele a ti, podem falar via skype, escrever cartas românticas, falar por telefone... a sério, não jogues fora um namoro de 5 anos, ainda por cima se têm uma ótima relação, não discutem, e acima de tudo, amam-se mutuamente! Pondera, e falem melhor sobre isso!
    Se precisares de desabafar manda email, conta comigo!
    Um beijo muito grande e um forte abraço!

    ResponderEliminar
  37. oh fofinha queria mesmo nunca ter visto este post aqui!....:S :/
    podias tentar ir também...nem que fosse para outro sitio!...

    olha, anda para Lisboa, tentas a tua sorte eu dou-te casa, atenção e faço com que estejas sempre distraída!!
    sabes que mesmo que não querias vir para cá morar tens as portas de minha casa sempre abertas para quando quiseres espairecer...
    :)beijinho grande minha querida****
    sara*

    ResponderEliminar
  38. Já tive numa situação idêntica.. Eu acho que podiam tentar, por alguns meses.. Se visses que não dava mesmo, então aí oficializavas o fim...
    Muita força! Beijinhos

    ecoutemoiregardemoi.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  39. Calma... falem... nao termines o namoro... quem sabe nao arranjam uma soluçao de se verem ;)

    ResponderEliminar
  40. Olá
    Muita força e pensem bem antes de tomar uma decisão precipitada. Felizmente ainda não tive que passar por essa situação e se isso acontecer também não sei como reagir, mas a verdade é que antigamente acontecia o mesmo e as pessoas não tinham as facilidades que temos hoje como a internet. Pensa positivo: com esta situação tens mais uma desculpa de viajar e quem diz que vocês não se decidem em viver lá. Que tudo corra pelo melhor. Bjs

    ResponderEliminar
  41. Realmente é uma situação muito chata e complicada, mas pode não ser o fim. Conversem muito e digam tudo o que pensam, quem sabe as coisas não se resolvem pela melhor maneira. Muita força neste momento que não é nada fácil mas que irás ultrapassar da melhor maneira :)

    ResponderEliminar
  42. Bem querida, comigo também se pode vir a passar algo parecido, mas a minha situação é diferente da tua, sinceramente nem sei o que te diga, pois é algo em que eu não quero pensar muito. mas acho que devias tentar, se voces gostam mesmo um do outro porque não, conheco casos que ultrapassam... olha o que te posso dizer de certeza é que eu estou cá para tudo o que precisares, sabes como me encontrar ehehe por isso não hesites nunca ;D
    bjinho

    ResponderEliminar
  43. Querida Pink,
    Conforme já percebeste tens aqui muitas amigas, 'à séria'.
    Pior do que terminar um relacionamento de 5 anos por esses motivos seria ele ir, na mesma, e passados uns meses, depois de muita saudade,muito choro, muitas juras de amor, por telefone, computador, eu sei lá hoje as comunicações estão muito facilitadas, haver um rompimento por traição ou por chegarem à conclusão que as relações à distância não dão em nada.
    Por cá as coisas estão mal para empregos, é óbvio que esta proposta é irrecusável.
    Se não te quiseres mudar para lá com ele (esta hipótese tem viabilidade?) o melhor é o choque. Pode doer muito, mas é rápido.
    Estarei sempre aqui para o que precisares.
    Nunca se sabe o dia de amanhã. Quem sabe o que acontecerá?
    Uma coisa tenhoa a certeza: Nunca lhe peças para não aceitar. Não conseguirias aguentar com a culpa e com os olhos que ele te deitaria. Fica contente por ele: esta é a essência do verdadeiro amor, incondicional, que quer ver o outro feliz, livre, que não amarra.
    O teu amor não é egoista, pois não?
    Um beijinho e tem calma, um dia de cada vez!

    ResponderEliminar
  44. Acho que não devas terminar já o namoro. Aceita que ele vai-se embora mas tentei de alguma forma manter o contacto porque ele vai precisar muito da tua ajuda nos primeiros tempos, enquanto não se adaptar a nova vida.

    E é muito mau fazer um corte assim radical com uma pessoa que gostamos, ainda por cima quando fez parte da nossa vida durante tantos anos.

    Beijo
    Alice

    ResponderEliminar
  45. Minha querida compreendo perfeitamente o que escreveste... Ele foi egoísta, decidiu por ele e ponto final, mas querida a vida é dele, ele tem o direito de escolher o que quer... É complicado namorar à distância mas não é impossível. Namoro há 7 meses com alguém que trabalha numa companhia de cruzeiros e como deves imaginar nunca está em Portugal. Ao todo nestes 7 meses estivemos juntos 4 semanas quando nos conhecemos, 10 dias no final do ano entre Natal e Passagem de Ano e 4 semanas no passado mês de Fevereiro. O resto do tempo é um namoro à distância. Ele corre o mundo e eu estou aqui... Temos o telefone, a internet e vamos combatendo as saudades, mas é muito difícil querida.
    Vocês tem uma relação sólida de 5 anos, dão-se bem, gostam um do outro... Não deites tudo para o ar "só" porque ele vai para o outro lado do mundo. Tentem conjugar as coisas e se gostam um do outro tentem pelo menos ver no que dá. Se virem que é impossível manter o namoro aí sim, terminem... É a minha opinião.
    Namoro à distância, por vezes com fusos horários de 12 horas e sei que não é fácil, mas que nada impede de se tentar :)
    Um beijinho enorme querida e coragem!

    ResponderEliminar
  46. Acabar nada disso, conheço um casal que estiveram 3 anos separados. E nem a distância, nem o fuso horário terminou com o amor deles. Estão muito bem e aquele amor recomenda-se.
    Muita forcinha e beijinhos

    ResponderEliminar
  47. Oh vais ver que vais arranjar uma solução sem ser ter de acabar com a relação, não te posso dar conselhos porque nunca tive numa situação dessas nem conheço nenhuma, conheço algumas mas de casais mais velhos já casados, alguns corre bem outros não... mas pensar positivo, :) força querida, beijinhos :D

    ResponderEliminar
  48. Que complicado e triste :(
    Eu confesso que não perdoava o meu namorado por preferir dinheiro a um namoro tão longo e ainda por cima a darem-se bem.
    Mas não sejam radicais! Tentem manter o namoro à distância. Além disso pode ser que ele consiga vir cá de vez em quando. Que perdem em tentar? Se acabarem agora é mesmo o fim e vão ficar a pensar 'E se tivéssemos tentado?'.
    Falem e vejam bem se não podem tentar manter o namoro à distância. Pode ser que ele volta e meia venha cá e sempre são umas saudades que podem matar (:
    Força princesa *.*

    ResponderEliminar
  49. Que situação tão complicada e acho que ninguém consegue imaginar o que sentiria se tivesse nessa situação. Apenas quando nos acontece é que sabemos o que realmente sentimos.
    Sinceramente não sei muito bem o que dizer, compreendo perfeitamente o término da relação.. Namoros à distância são demasiado complicados e acho que as pessoas sabem que eles só resultam na perfeição nos filmes. Apenas te posso deixar toda a força do mundo e muito boa sorte para esse (teu) rapaz. :)

    ResponderEliminar
  50. Será que podias explicar melhor como resolveste o problema que estamos a ter no blog?

    ResponderEliminar
  51. Fogo, é uma situação do caraças... nem quero imaginar se isso acontecesse comigo :(! Nem sei que te diga... está certo que é uma oportunidade única para ele, mas quando se gosta acho que não se consegue tomar assim essas decisões, ir e deixar-te cá... e eu sou da tua opinião, acho que uma relação assim é muito complicado, mas por outro lado...entre isso e ficar sem ele... se calhar conseguem conciliar as coisas de forma a verem-se de vez em quando, não sei...dá tempo ao tempo e deixa ver como as coisas de desenvolvem. Força e espero que corra tudo pelo melhor ***

    ResponderEliminar
  52. Também tive uma prima que se inscreveu numa companhia aérea dessas para os Emirados Árabes (não sei se é a mesma, mas tinha as mesmas condições), esteve lá três meses e voltou para Portugal porque não aguentou estar longe da família.
    O que me resta desejar-te é muito força para este momento, e as tuas seguidoras vão estar sempre aqui ao teu lado para te dar muita coragem :))
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  53. É uma situação horrivel, claro que é uma optima oportunidade para ele mas ao mesmo tempo são 3 anos sem estar com a pessoa de quem gosta.
    Eu percebo a tua decisão de querer acabar a relação, afinal não é um ano nem uns meses são tres anos, tens é que tentar mesmo perceber se não há mesmo solução, se não vale a pena tentar e fazerem viagens, tu lá, ele cá, regularmente e manterem a relação. Depois de tantos anos e se gostam assim mesmo um do outro vale a pena tentar.
    Força nesta fase, espero que tudo corra pelo melhor :)
    Beijinhos

    Lau

    ResponderEliminar
  54. Sinceramente não sei o que te diga. Não é uma situação fácil, é muito dificil uma relação resistir a tanta distancia, mas eu, que sou uma romantica, acho que se tiverem que ficar juntos ficam, independentemente desta "pausa".

    Em relação ao trabalho do namorado, posso fazer-te uma pergunta: eles tiram-lhes o passaporte enquanto estão no curso? É que a minha irmã esteve para ir e foi-lhe dada a informação que lá ficariam sem o passaporte durante o tempo da formação.
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  55. Ai que treta... :( acabar um namoro por essa razão é mesmo mesmo muito mau, deves sentir-te tão impotente :S mas não podes ir com ele, não sei, não colocaste esse hipótese? E não lhe custa nem um bocadinho ir e deixar-te, ou melhor, deixar-vos? Ai ai que situação mais complicada... Qualquer coisa que precises, estou aqui, a sério <3

    ResponderEliminar
  56. Oh linda deixaste me de lágrima no olho. Que triste ter que ser assim desse modo.
    Logo um namoro que por certo iria durar e que por uma decisão terão de acabar.
    Nem sei bem o que te dizer, fiquei um pouco surpresa, porque de facto não costumas contar estas coisinhas menos boas e principalmente do teu namoro.
    Situação complicada mas acho que estás a reagir bem, com essa postura como escreveste. Quem sabe se depois dos 3 anos as coisas voltem a ser como antes? Nunca saberemos. Espero que ao menos fique a vossa amizade e apesar de tudo o que contas que esses 3 anos passem rápido e ele volte para ti :) Um beijinho forte.

    ResponderEliminar
  57. Olá!

    Lamento muito que estejas a passar por esta situação. Cinco anos é muito tempo, e é muito triste que acabem dessa forma.

    Eu passei por uma relação à distância. Já falei disso no meu blog. Acabou, não porque era uma relação à distância, mas porque o meu namorado nunca apoiou a minha decisão de vir estudar para Lisboa. Eu vim seguir o meu sonho, e ele não compreendeu isso.

    Mas conheço imensas histórias de pessoas que continuam juntas e felizes. Tenho amigas minhas com namorados no Porto há cinco anos. É difícil, sim, mas não é impossível. Também conheço pessoas casadas que ficaram na tua situação, e tudo se resolveu :)

    É uma decisão que só tu podes tomar, e eu estou aqui se precisares de alguma coisa. Não conheço o teu blog há muito tempo, mas gosto imenso daquilo que conheço :) És animada, és divertida e és cheia de vida. E tens, como toda a gente, direito a estar menos bem. E nós estamos aqui para te ajudar ;)

    Muitos beijinhos e muita força :)

    ResponderEliminar
  58. Desculpa incomodar, sim estás a ajudar muito. Mas apagaste a outra conta? a conta do blog é do gmail. Onde criaste a outra?

    ResponderEliminar
  59. Oh =S Que situação complicada! Muita força neste momento...realmente 3 anos é muito...mas acho que se as coisas entre voces estão bem..então não desistas já...não sabemos o dia de amanhã! Quem sabe se não vais ter com ele? Beijinhos

    ResponderEliminar
  60. :) Lembras-te como fizeste para criar nova conta?

    ResponderEliminar
  61. Nem sei o que diga perante uma situação tão complicada, querida Pink!
    Nunca vivi nada desse estilo. Mas sei de muita gente que consegue ultrapassar essas distâncias, com correspondência diária (agora até há o Skype) e,tal como outros, quando deres por isso(e quem sabe com umas visitas mútuas de permeio!), os três anos estão passados mais depressa do que contariam.
    Claro que deve ser terrível e não vou desvalorizar. Mas se há amor e se dão tão bem,o que não é fácil de se encontrar por aí aos pontapés, há que tentar manter esse namoro à distância e não decidir já radicalmente o adeus!
    Vendo por outro lado: se calhar pelos mails etc até descobrirão novas facetas um do outro, pois a forma de diálogo e convívio amoroso, apesar de ser muito mais limitada e regada a lágrimas, poderá alimentar alguma reflexão sobre as pequenas coisas do dia-a-dia que contam um ao outro e até acabará por ser uma relação ainda mais fortalecida e sólida!
    Uma sugestão, levada a cabo pelo meu pai, em outros tempos, a trabalhar em África quando estava noivo da minha mãe: escrevia num diário, todos os dias, uma página em forma de carta a "falar" com a minha mãe. Quando regressou, ofereceu-lhe o livrinho.Claro que numa época em que os correios eram mais lentos, não havia Net. Por isso agora, e repito... num instante, apesar da dor e da saudade, o tempo passará. Será bom para ele saber que há sempre alguém cá a pensar muito e muito nele, não achas?
    Nem sei que mais diga, pois "conselhos e caldos de galinha..".
    Portanto, muita calma, respirar fundo, ver tudo por um lado mais positivo, já que vai ser uma óptima oportunidade profissional e financeira para o rapaz e ...as saudades poderão aguçar a paixão!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  62. Porque é que não vais com ele? Não é possível? Com o que ele vai ganhar dá para lá estares com ele, até sem trabalhar.

    http://nobresonho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  63. Desculpa, mas tive que comentar. Sei do que falas, também já passei separações dolorosas, custa muito sim, mas quando estávamos juntos de novo (mesmo que fosse um dia, uma semana, 1 mês) os momentos eram mágicos, parecia que nada existia a nossa volta. A saudade, é um sentimento bom para uma relação. Falávamos por telefone, internet, mensagens. Se custa? custa, mas vale a pena. Numa relação, temos que saber ceder. Não podemos proibir sonhos, nem vontades. Afinal, o que é melhor? ir cada um para a sua vida e nunca mais nos voltarmos a ver, ou estarmos separados uns tempos e depois estarmos juntos sempre que podemos? Apoia o teu namorado, lembra-te que estão juntos a cinco anos e meio e que o vosso amor vence tudo! Não consigo ver namoros a acabarem assim, desculpa. Sei que custa, mas não cometas esse erro, pois o teu namorado pode não te perdoar. Força!



    Beijinho,
    Joana


    http://joandstuff.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  64. Eu bem sei que a vida não é cor de rosa, mas se estão certos do vosso amor devias tentar ir com ele.

    ResponderEliminar
  65. estou a seguir o blog 'a pouco tempo, por isso nem devia opinar, mas pronto xD
    eu acho que nao deivias ser tao radical, em vez de um "adeus" definitivo devias dizer um "ate' ja' e vamos ver no que da'". Se ele tem esta oportunidade, de certeza que tb de vez enquando vai conseguir uns dias e vir a Portugal :)
    tentem! vale sempre a pena tentar... e se de facto virem que e' uma situaçao impossivel ai sim, acabem. mas pra ja, TENTEM que resulte, porque não? ;)

    ResponderEliminar
  66. Podem optar por uma relação à distância. Será difícil, mas não acabam com uma relação. Quando acabares o estágio [não sei se ainda estás a tirar curso ou não], podes smpr juntar-te a ele. Talvez tenhas mais sorte por lá do q por cá a nível profissional. Nada de desanimar.

    ResponderEliminar
  67. Eu tentei ler todos os comentários para ver se não me iria repetir mas com o avançar da hora já tou pra lá de cansada, portanto, passemos ao meu comentário e peço desculpa se vou repetir algo que já foi dito..
    Minha querida, compreendo que não esteja a ser nada, nada fácil para ti, mas será que essa é a melhor opção? Tipo.. Sei que agora parece tudo negro, mas é tão triste acabar-se assim um relacionamento por algo que é exterior aos vossos sentimentos.. E mais, sendo que ele vai trabalhar para uma companhia aérea não lhe será mais fácil viajar (tipo à borliú ou com descontinho de amigo?) Sei que não é a melhor opção, mas eu vejo isso com os meus melhores amigos, ele está nos açores (ok não é o outro lado do mundo..) e ela cá e só se veem de 6 em 6 meses e tão firmeeeees. Mais firmeees do que quando estavam juntos todos os dias. Juro. Pensa bem nisto e fala com ele.. Se depois efectivamente entenderem que a melhor opção é acabar, tens sempre o meu número, o meu face, o meu blog à tua disposição. É só avisares sim querida?
    Beijinhooos grandes e um grande abraço.

    ResponderEliminar
  68. Fiquei com o coração apertado depois de ler este post.
    Imagino que neste momento te estejam a passar 1000 e uma coisas pela cabeça mas deitar fora um namoro de 5 anos por nada? Não me parece bem...
    Tentem ao início manter a relação, depois se virem que não dá mesmo pelo menos não ficam com os remorsos de não terem tentado. Ou então porque não ires ter com ele? Não agora, por causa do estágio, mas quem sabe depois?
    Claro que a relação é tua, logo a decisão é tua, isto é apenas a minha maneira de ver as coisas...

    Beijinhos e muitaaaaa força***

    ResponderEliminar
  69. Acho que sei de que companhia aerea falas, o meu namorado também ficou tentado com todas as condições.
    Quero deixar-te um bjinho. Tem muita, muita força.
    Agora acredito que a angustia seja mais que muita, mas o tempo cura tudo ( das frases feitas mais verdadeiras de sempre).
    Não te deixes ir abaixo e segue em frente com um sorriso, as coisas vão melhorar. Sabes que sim

    bjinho muito grande

    ResponderEliminar
  70. No final da história tudo vai correr bem...
    Se ainda não estiver a correr bem, é porque ainda não acabou... :)

    Não desistas já sem experimentar nada.
    Provavelmente, acabando um namoro sem acabar o sentimento vão andar a remoer e remoer e não vão conseguir esquecer...

    3 anos são "só" 3 anos... Ainda aquilo é maravilhoso e vais tu ter com ele :p
    Não desistas já!

    ResponderEliminar
  71. E se tu acabares o estágio e pensares ir ter com ele? Nunca ponhas nenhuma hipótese de parte porque acredita que nada é impossivel! O que é que te impede de também tu arranjares lá um trabalho, ainda por cima já lá vais ter o namorado! Não desistas! Beijinhos

    ResponderEliminar
  72. Deve ser na mesma companhia que uma amiga minha entrou como hospedeira. Se for para o mesmo sítio (Dubai) achoq que o melhor que fazias era ir também... Não estás a estudar Arquitectura? Se estás (acho que sim) é o melhor que tens fazer profissionalmente até. Mas deduzo bque já tenhas pensado nessas hipóteses, não é? :( Muita força neste momento! Espero que tudo acabe em bem!! Beijinhos

    ResponderEliminar
  73. Tem calma. Vais ver que vai correr tudo bem e vão acabar por ficar juntos. O amor é um sentimento tão grande e tão poderoso que é capaz de mover montanhas.
    Força! Muita força!
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  74. Não tomes nenhuma decisão de cabeça quente. Agora as coisas podem parecer más, mas não têm de ser assim tão más.. Se realmente gostam um do outro não deitem tudo a perder.. Mesmo assim é possível ficarem juntos. Muita força querida! É um momento muito complicado mas vais ultrapassá-lo.
    Beijinho grande*

    ResponderEliminar
  75. Oh minha querida, nada de decisões de cabeça quente, ok? :)
    E nada de sofrer por antecipação... não vai ser facil a distancia, mas tudo ha-de se resolver.
    Um grande beijinho para ti.

    ResponderEliminar
  76. Nunca passei por uma situação destas e por isso apenas vou dizer aquilo que para mim faz mais sentido. Se tiveres de te arrepender de alguma coisa que seja por teres tentado e não por teres desistido logo. 5 anos e meio é muito tempo e apesar de acreditar que dentro de ti está neste momento uma confusão de sentimentos, tenta colocar-te na posição contrária. É claro que estou a falar sei saber qual é a opinião do teu namorado em relação a isto e sem saber o que ele quer fazer. Se ele não quiser tentar também não o podes fazer sozinha mas se ele estiver disposto acho que devias pensar em fazer o mesmo.
    Tb sempre disse que relações à distância para mim não dão mas acho que tem a ver com as circunstâncias. O vosso namoro não começou à distância e já dura há muitos anos para acabar assim, vê isto como apenas uma fase que passa e que, seja ele a voltar ou tu a ires para ao pé dele, um dia vão poder voltar a estar juntos. Quantos homens não são obrigados a deixar as famílias e emigrar para mais tarde colherem os frutos e voltarem a estar junto das suas familias e ainda mais felizes.
    A decisão é tua, esta é apenas a minha opinião. Seja qual for a decisão que tomares acredito que todos nós, teus leitores, te apoiarão ;)
    Fico a torcer para que corra tudo pelo melhor ;) Bjinhos

    ResponderEliminar
  77. Querida, Pretty!
    Imagino o quanto você deve estar triste!
    Gostaria muito de dizer a coisa certa porque é uma situação bastante delicada e cada história é diferente da outra. Mas eu vivi uma bastante semelhante à sua.
    Dois anos, seis meses e 20 dias foi o período em que ficamos separados, mas apenas pela distância. Continuamos juntos e quando esse período passou, foi apagado da nossa memória como se nunca tivesse existido. Não desista dele. Você precisa ao menos tentar. Se houver amor suficiente, vocês resistirão à distância! Um grande beijo, minha querida!

    ResponderEliminar
  78. Oh minha querida, eu acho que se tu o amas e ele também te ama não tens que acabar a relação. Podes sempre dar uma oportunidade a esta nova fase :) Pensa, não perdes nada e mesmo que não resulte ao menos tentaste. E depois a distância pode fortalecer o vosso amor :) Lembra-te que mesmo estando longe, ele estará sempre no teu coração e é aí que te de viver :)Não digo que será fácil, não é mas... se é verdadeiro poderá vencer esse obstáculo :)

    Força Pink e um beijito do tamanho do mundo para ti :)

    ResponderEliminar
  79. Acabar??! Se a vossa relação for verdadeira e forte não há motivo nenhum para acabar. O amor por si só deve ser a razão para acreditarem que vai resultar apesar da distância! Acabar parece-me radical demais. Se ele te ama, vai abraçar esta aventura com garra, vai poupar e daqui a 3 anos vai voltar e começar uma vida a 2 contigo, se na ausência física um de vocês vacilar e achar que o amor já não é forte o suficiente, pois aí sim, decidem o que será melhor para a vossa relação!
    Um casal amigo meu viveu essa experiência, a minha amiga ía muitas vezes passar grandes temporadas no estrangeiro em trabalho, durante vários anos, e no entanto já casaram e são pais de uma menina! O amor foi mais forte que as saudades e a distância! Boa sorte, e nada de decisões de cabeça quente! Beijo grande;)(Um grande amor resulta das provações da vida, lembra-te disso)

    ResponderEliminar
  80. Que situação triste. Mas achas mesmo que é necessário acabar? 5 anos e meio não são 5 meses! Não acabes a relação. Pelo menos para já. Deixa-o ir e na sua ausência verás se o vosso amor é suficiente forte para aguentar a distância ou se realmente as coisas assim não funcionam. Talvez a ausência vos aproxime e quando o contrato acabar vocês estejam ainda mais apaixonados. Não se precipitem e pensem bem antes de tomarem qualquer decisão. Por muitos conselhos que aqui te digam, é uma decisão entre ti e o teu namorado. É algo vosso.
    Boa sorte com isso! ;)

    ResponderEliminar
  81. :( O que tiver de ser será! Força!

    ResponderEliminar
  82. Esta é mesmo uma daquelas situações que nunca sabemos o que dizer, por isso, espero que tudo corra pelo melhor e que consigam contornar a situação da mesmo forma.
    Beijinho e força.

    ResponderEliminar
  83. querida, sabes qe não tem mesmo qe acabar.. eu também era assim, se havia distância, cortava-se o mal pela raíz.. mas mudei de opinião qdo fui confrontada com uma situação semelhante.. há pessoas qe conseguem, porquê não tentar? não têm qe ser 3 anos completamente separados, podem tentar encontrar-se.. não é o mesmo, óbvio qe não é mas.. não vale a pena nem tentar? se calhar são surpreendidos...

    ResponderEliminar
  84. Bem que situação! O máximo que me aconteceu parecido foi quando namorado resolveu ir de erasmus e não, eu não estou a tentar comparar 6 meses com 3 anos, mas é o máximo de "experiência" no assunto que tenho.
    Toda a gente dizia que não ia dar e que íamos acabar, nós resolvemos não decidir nada e irmos vendo como estavam as coisas, foi o melhor que fizemos, durante 6 meses só o vi umas 3 vezes mas foi o que chegou para nos manter fortes. Por isso o que posso aconselhar é, não decidas nada. Deixa ver como as coisas correm. Ele de certeza que vai conseguir vir a Portugal algumas vezes, estando a trabalhar numa companhia aérea de certeza que também tu vais poder ter privilégios e viajar com ele, sei lá, alguma coisa, mas não desistas já, principalmente se não existe mais motivo nenhum.

    ResponderEliminar