10/08/2012

Curriculos e outros que tais


Muitas de vocês perguntaram-me se não era suposto eu ir com o namorado para o Dubai. Pois, a verdade é que era, mas isto tem de ser uma coisa feita com bastantee calma! Primeiro tenho uma tese para acabar, e infelizmente como o nosso curso em Portugal não nos dá as bases todas para trabalhar no exterior, vou ter de tirar umas formações extras, para ter sequer a hipótese de concorrer a alguma coisa no Dubai. Mas para tal preciso de dinheiro, que estas formações não são propriamente baratas. Como eu acho que aos 24 anos não faz o mínimo sentido pedir dinheiro aos meus pais, quero arranjar um part time. Vai ajudar-me a preencher o tempo, e a crescer um pouco. 
A minha mãe tenta-me impingir coisas da minha área, mas eu já lhe expliquei que neste momento não é isso que procuro. Tenho uma tese para fazer que exige muito tempo e dedicação, e neste momento ter outros projectos pelo meio está fora de questão. Quero algo diferente da minha área, para desanuviar, e o que procuro é basicamente um part time numa loja do shopping. Mas lá está, experiência = 0. Ok, já fiz questionários na rua durante uns meses, mas fora isso nunca trabalhei propriamente. Não é que me orgulhe disso, mas basicamente o meu curso é tão complexo e drenante de tempo, que nem para um part time eu tive tempo durante estes anos todos.
Agora pergunto, com tão pouca experiência será possível arranjar um part time? Será que não sou imediatamente excluída por ter licenciatura e mestrado, quando eles preferem pessoal com apenas o 12º? Como faço um currículo minimamente apelativo? Como me devo apresentar para entregar os currículos?
Infelizmente não tenho nenhuma amiga que tenha trabalho numa loja, e por isso não sei a quem perguntar dicas...alguma de vocês me pode ajudar?

29 comentários:

  1. Eu percebo-te, durante toda a minha vida também nunca trabalhei propriamente. Boa sorte com isso ;)

    ResponderEliminar
  2. Ninguém exclui em part-times em lojas :)
    Quanto muito acontece-te o mesmo que a mim. Tive um part-time nas férias antes do último ano da fac e despedi-me pq me irritava o meu gerente ser tão burro e mandar em mim. ahah
    Procura é logo as lojas que pagam melhor ;) No meu tempo era Mango, Massimo Dutti, Decenio. Agora num sei!

    ResponderEliminar
  3. Tenho 19 anos, já tenho 4 experiências para o currículo, quase todas em restauração e sempre em período de Verão, e sim dão muita atenção à experiência. Já a questão da escolaridade depende... a minha impressão é que os hipermercados procuram gente com mais formação (principalmente o continente) e que as lojas já não. Há também gente com 12º ano com cursos profissionais em diversas àreas e estão em vantagem.
    Mas tu tens 24 e isso é uma mais valia, idade = responsabilidade.
    A minha dica: no teu currículo não te preocupes apenas com o que já fizeste, realça o que és capaz de fazer, as tuas qualidades. No meu currículo eu tenho por exemplo que sei desenhar (bem) e pode parecer estúpido mas tudo conta ;)

    Mas eu só tenho 19 anos e a experiência é a que eu disse :) BOA SORTE!

    ResponderEliminar
  4. Olha querida, eu nunca tive experiência em trabalho... começou um como sabes a vender de porta em porta e não é que não tenha corrido bem mas não era para mim... No entanto estou como a Raquel quando não temos experiência realçamos as nossas qualidades. Nesse aspecto a minha psicóloga ajudou-me e neste momento posso mesmo dizer que tenho um currículo bastante apelativo apesar da pouco experiência. No teu currículo que também podes referir que és revendedora de Oriflame desde 2007, parecendo que não querida dá outra sentido à tua responsabilidade. E as pessoas perceberão que já tens uma certa experiência em vender produtos ;) Acredita, num currículo vale tudo. Pelo menos eu já tive 3 propostas com o meu currículo e nunca pensei que viesse a resultar. Força*

    ResponderEliminar
  5. Depende de muitos factores, a sorte claro é um deles :) mas eu espero que a escolaridade não seja um problema, já soube de casos em que foi, mas no teu caso nao será com certeza! Uma pessoa querer trabalhar e fecharem a porta porque tem estudos isso não pode fazer sentido. Nunca trabalhei em lojas de shopping não sei como ajudar :) mas concordo com o que já disseram realçar os pontos fortes e as qualidades é meio caminho para olharem duas vezes para o teu currículo :)

    ResponderEliminar
  6. Penso que talvez te possa ajudar. Trabalhei sete anos numa loja do Colombo enquanta estava a tirar a licenciatura e a pós- graduação. E o que uma loja porcura essencialmente é uma cara bonita ( que já tens) bem maquilhada, mas sem exageros ( uma boa base,rimel, baton de brilho e uma sombra discreta,) e para a entrevista convém ires formal, uma calça ou saia clássica e uma comisinha, como está calor podes dispensar o blazer, e quanto a sapatos o mais clássico e discreto possível, mala a condizer, e muita simpátia ( acho que isso já tens bastante) ;).
    Se fores a um centro comercial podes deixar o currículo em várias lojas e tens mais hipoteses de ser chamada. Mas nesse caso prepara-te para trabalhares de noite e ao fim de semana.
    Se vai fazer um part- time acho que não existe mal nenhum em dizeres que já tens licenciatura mas convém indicares que ainda te falta a tese para terminares o mestrado, para eles perceberem que pertendes um emprego pelo menos durante uns meses, supostamente. Porque se eles acharem que é por uns dias ou um mês apenas provavelmente não te chamam.
    Boa sorte.

    bjs

    ResponderEliminar
  7. *se queres trabalhar em part time num shopping não me parece que vás ter problemas, e se nada tem a ver com a tua área, então não te preocupes que o facto de teres mestrado em nada vai impedir que arranjes qualquer coisa.

    *não te esqueças que, além do CV, deves sempre entregar uma carta de motivação. normalmente sem esta, nem sequer leêm o CV. e aí explicar o porquê da candidatura, o porquê de não teres experiência, o que achas que ganhas enquanto pessoa e o que tens para oferecer, etc.

    *passando à fase da entrevista, tens que ter em atenção em ter boa apresentação (sim, o aspecto é importante, mas sem exageros), ser simpática, comunicativa, blá blá blá e se disserem que têm receio pela falta de experiência, podes sempre dizer que podes sempre ter um dia de experiência para eles verem como te safas.

    *e muito boa sorte! =)

    ResponderEliminar
  8. A verdade é que se torna dificil ganhar experiencia se não nos dão a oportunidade da conseguir.. é um ciclo vicioso, como não temos experiencia não nos contratam, e se não o fazem nunca ganhamos experiencia não é?
    Qual é o teu curso já agora?

    boa sorte *

    ResponderEliminar
  9. Pois..
    Confesso que tenho ideia que, para esse tipo de trabalho, preferem pessoas sem licenciaturas e afins...
    Mas o importante é não desistires e continuares a procurar! Alguma coisa hás-de arranjar! Há sempre tantas lojas dessas à procura de empregados...!

    ResponderEliminar
  10. Boa sorte! :) Também tenho 24 anos e sou licenciada... Trabalhei durante um ano na minha área a recibos verdes, mas entretanto acabei por rescindir o contrato que tinha para me dedicar a 100% ao mestrado e a estágio intensivo que ele acarretava, claro que para tomar tal atitude tive que contar com o apoio da minha mãe, pois teria de voltar a depender financeiramente dela... Neste momento estou a terminar a minha tese e conto defende-la já no início de Outubro... Mas na minha cabeça já pairam aquelas questões: "E se depois de terminar não consigo arranjar nenhum emprego?" "E se me despedi para nada?" ...

    ResponderEliminar
  11. Olá :D

    Pois, sinceramente não percebo lá muito disso. Com o meu curso nem pensar em ter um part-time, embora muito muito sinceramente eu já tenha pensado nisso para ganhar uns trocos para as minhas viagens ;) De resto já trabalhei numa escola nas férias (Pior. Experiência. De sempre!), e também já trabalhei numa firma têxtil durante dois Verões. Nunca precisei de fazer um currículo, mas actualmente há imensos programas na Internet para isso :) De resto é teres paciência e preserverança ;)

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  12. Ola.
    O que as lojas procuram é uma cara bonita. Vai bem vestida, maquiagem simples e é tudo. Não precisas de experiência, só precisam ir com a tua cara.

    Vou te ser sincera. Quando terminei a licenciatura e comecei a procurar 1 part-time para conciliar com o mestrado, foi bem difícil, não conseguia nada, nem a entrevistas me chamavam. Depois alguém me disse que era por ter colocado no cv que era licenciada e que estava a tirar o mestrado. Verdade ou não, fiz um cv faz simples, onde coloquei que tinha o 12º e fui a algumas entrevistas. O telemóvel só começou a tocar depois disso.

    Acho estúpido mas foi assim que consegui trabalho.

    Bjo, boa sorte :)

    ResponderEliminar
  13. O cv faz-se consoante a vaga que queres preencher. Se queres ir para uma loja, não vás dizer que tens licenciatura, mestrado. Podes sim colocar o 12º ano e, caso fales línguas, dizer quais as que falas. É um exemplo! ;)
    beijos

    ResponderEliminar
  14. Faz um currículo normal com a tua formação. Vais diretamente às lojas, dizes o que pretendes e deixas o currículo. Simples assim.

    ResponderEliminar
  15. Eu fiz um curriculo normal apenas com a formação escolar que tinha... ainda nem tinha o 12 ano e já trabalhava na worten =)
    Hoje em dia não ligam muito se tens um curso superior ou se tens o 9 ano. Se precisam aceitam, eu vejo pelo sitio em que estou ;)
    Concordo com a Denise, faz um curriculo simples. Se eventualmente fores chamada aí sim abres o jogo, ou não ;)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Olá outra vez :P

    Os livros custaram 19€ pelo Amazon com portes de envio ;) Acho que não foram caros, principalmente tendo em conta que foi mais ou menos isso que paguei pelo primeiro! ;)

    Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  17. Eu já trabalhei em duas lojas. na primeira estava na licenciatura e na segunda no mestrado... garanto-te que isso não será problema, até porque as lojas não querem contratos longos. Boa sorte :)

    ResponderEliminar
  18. Concordo com o comentário anterior, normalmente as lojas não querem contratos longos. Por experiência própria sei que a restauração costuma ser uma área fácil de entrar para ganhar uns trocos.

    ResponderEliminar
  19. Também já trabalhei em loja durante alguns anos, enquanto estava na licenciatura. Muitas dessas superfícies comerciais optam por jovens estudantes , porque evitam contratos longos e com os part time isso acontece muito. Vai tudo correr bem! Força nisso!;)

    ResponderEliminar
  20. Olá :) Em primeiro lugar, confiança e descontracção são a chave que devem pautar a entrega de um currículo ou até mesmo numa entrevista. As entrevistas são feitas através de um questionário de situações hipotéticas que poderiam acontecer na loja, em diferentes contextos, quer com clientes ou colegas de trabalho. Este tipo de entrevista serve sobretudo para avaliar a base comportamental do candidato. Porém, não é nada de complicado ou extraordinário. Tal como disse, não mostrar nervosismo e mostrar interesse acerca da empresa a que nos candidatamos é fundamental.

    Gostei do blog :) Estou a seguir! Boa sorte e beijinho*
    http://freesoulstorm.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  21. também não te posso ajudar, mas acho que é possível, e mais em part-time. geralmente optam muito por estudantes e assim...

    ResponderEliminar
  22. Sinceramente também não sei ao certo. Sempre trabalhei na minha área, mesmo o meu primeiro part-time, por isso acho que não te vou poder ajudar muito.

    ResponderEliminar
  23. Sê positiva e confiante. Ah, e espontânea :)

    ResponderEliminar
  24. Acho que a atitude é mais importante que o que tens escrito no curriculo. :)

    Beijinhos e bom fim-de-semana!*

    ResponderEliminar
  25. Nunca trabalhei em nenhuma loja de shoping. Tenho amigas minhas que trabalham e já tem a licenciaura e isso não foi problema. E como foi referido num comentário anterior o importante é mostrares confiança, e que te vês plenamente no local que vais ocupar :)

    ResponderEliminar
  26. quando acabei o curso tive de procurar um trabalho para me conseguir sustentar até encontrar alguma coisa na minha área. tal como tu pensei ir trabalhar para uma loja.entreguei o meu CV em todos os centros comerciais de Lisboa e arredores e o que acontece é que com o meu CV verdadeiro fui chamada para 0. então decedi fazer um CV falso em que meti que tinha acabado de entrar para a faculdade e tirei tudo o que pudesse ser considerdado "a mais". foi remédio santo, pois infelizmente para uns sítios não temos qualificações para o cargo e para outros temos qualificações a mais :/

    ResponderEliminar
  27. Eu estou na mesma situação e ando a ver a coisa muito mal parada =S
    Já trabalhei em lojas e sinceramente não digas que tens os cursos.... é meio caminho andado para não te chamarem =S

    Beijocas

    ResponderEliminar
  28. Não sei se mencionava o mestrado...
    Já me aconteceu dizerem-me que tenho habilitações a mais e curriculo a mais...disseram-me logo que não tinham dinheiro para me pagar o que eu devia querer!
    Menciona a licenciatura mas não mais do que isso; a Massimo Dutti costuma contratar; já tentaste?

    ResponderEliminar
  29. Olha, eu quando acabei o meu curso, foi mesmo isso que encontrei um part-time numa loja, na qual ainda trabalho até hoje, na altura entreguei o currículo normal, com as minhas formações todas. Não te preocupes que nas lojas eles não são esquisitos, quando precisam de alguém , tanto podem meter uma pessoas com o 9º ano como uma com mestrado, depende se gostarem de ti na entrevista e se mostrares se tens disponibilidade para trabalhar nos horários que eles pedem:)

    ResponderEliminar