18/12/2012

Da minha avó


Há uma coisa que me deixa muito triste. Ver aqueles que me são mais chegados a envelhecer, e por vezes a perder o discernimento mental. Custa-me um caso em particular, o da minha avó. Como já vos disse várias vezes, foi com ela que cresci, e lembro-me dela como uma pessoa activa, que me fazia comidinhas maravilhosas, e que me ensinava matemática. Mas infelizmente a minha avó também é daquelas pessoas que se entrega à velhiçe e não se esforça minimamente por exercitar corpo e mente. Tudo isto piorou quando o meu avó ficou doente, vindo depois a morrer. A minha avó nem é muito velha, aliás tem a mesma idade da minha outra avó, e s diferenças entre as duas são notórias! Esta minha avó, foi deixando de fazer as coisas porque simplesmente sim. E por isso neste momento andar, só até ao café (nem ao supermercado que é a 100 metros de casa vai), entra no carro com muito custo sem quase levantar as pernas, e arrasta completamente os pés enquanto anda. Isto faz-me uma certa confusão, porque não é uma questão de ela não poder, é ela a entregar-se à velhice e a deixar de fazer uma vida activa, só porque tem de fazer mais esforço do que há 20 anos atrás, e não está para isso! Parece basicamente uma senhora de 90 anos, quando na verdade entrou agora na casa dos 70s.
A mais recente dela, é a panca que quer passar o Natal sozinha. Não sei se é por birra, se é para termos pena dela, se é para se fazer de coitadinha, mas meteu na cabeça que vai passar o natal sozinha em casa, que é o melhor. Juro-vos é preciso um GRANDE esforço da minha parte, para não lhe falar mais alto, e lhe perguntar que porra de ideia é aquela!? É preciso pensar que é a velhice a falar, e não propriamente ela, mas há quem não seja tão paciente como eu...Mas porque é que as pessoas quando envelhecem têm a mania de vir com ideias parvas, serem casmurros e muita das vezes não mudam nem por nada de opinião!? Mas tem algum sentido agora ela ir passar o Natal sozinha, quando a família se junta toda?? Pelo que o meu tio me contou, ela diz que depois não gosta da comida, vejam só! Como se nós não fizéssemos comida absolutamente comum nesta época, e como se ela não trouxesse sempre mais um ou dos pratos de que obviamente gosta...A sério não a percebo, e custa mesmo muito vê-la assim! Teimosa e com ideias destas...Eu não sei mesmo como lidar com isto, mas gostada de descobrir, porque às vezes acabo por perder a paciência com certas atitudes dela =/

31 comentários:

  1. Olá Pretty.
    Realmente é uma situação complicada e nem sei que te diga. Acho que será mesmo da idade, não teimosia em si. Espero que ela consiga ver que vocês têm razão.
    Espero que tudo se resolva :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. O mais certo é ela fazer isto para chamar atenção.
    A velhice está na cabeça das pessoas e se querem ser velhas não ha muito a fazer. Se calhar está mesmo a precisar que alguem lhe dê uma abanão ;-)

    ResponderEliminar
  3. Eu acho que a idade leva às pessoas a sentirem-se mais sós. Por consequência, esse tipo de birras são uma forma de chamar a atenção e tentar perceber o quanto se vão esforçar para a terem lá em casa. Não te esqueças que a velhice é uma segunda infância... :). Mas claro que lidar com isso é muito difícil...

    ResponderEliminar
  4. :(
    Eu já ando a passar um pouco isso. É realmente triste mas temos que saber lidar da melhor forma, que por vezes é bastante difícil.

    Baci* boas festas

    ResponderEliminar
  5. :( isso de ela se estar a entregar é que é triste.

    ResponderEliminar
  6. Passou-se o mesmo com a minha bisavó e com a idade só piorou, a teimosia só aumentou. Para piorar a situação ela tinha um mau feitio enorme e não estava habituada a ser contrariada, tinha de ficar com a ideia dela sempre até ao fim. Quando ela tomava alguma decisão disparatada e sem sentido com a qual nenhum de nós concordava todos me mandavam lá a mim a tentar demovê-la, porque sou a pessoa mais paciente mas ao mesmo tempo a mais firme e teimosa (tal como ela era) e a única que era capaz de a vencer pelo cansaço e de a convencer a não fazer disparates, por vezes tinha de levantar a voz, mas era para o próprio bem. Acho que a minha bisavó nunca lidou bem com a velhice, nunca aceitou que já não fosse a jovem que em anos fora, mas mesmo assim viveu até aos 99 anos.
    Já a minha avó era uma pessoa extremamente activa, mesmo na sua fase terminal não suportava que ninguém fizesse nada por ela e tentava viver a vida da forma mais normal possível, infelizmente o cancro venceu.

    ResponderEliminar
  7. é uma situação realmente complicada.
    espero que fique tudo melhor.
    beijocas*

    ResponderEliminar
  8. Eu não sou a melhor pessoa para dar conselhos sobre idosos, não os entendo e não sou lá muito paciente para as suas manias! Mas tenta falar com ela ou algum filho dela e chama-la a razão que ficar sozinha não lhe faz bem! Bjinhos***

    ResponderEliminar
  9. olaaa
    oh a minha avó está mais ou menos assim..
    eu entendo o que sentes querida

    beijinhooo

    ResponderEliminar
  10. No ano passado o meu avô também se saiu com essa de passar o Natal sozinho, e passou.
    Ele sempre foi uma pessoa dificil, sempre nos fez a vida negra, mas sempre o fomos buscar no natal, até ao ano passado. Não quis e eu limitei-me a ir levar-lhe a comida lá a casa.

    ResponderEliminar
  11. A velhice aparece a quem deixa de acrediar na vida... já vi jovens quase a "morrer" porque deixam de querer viver. A velhice nem sempre está associada á idade e sim ao estado de espirito da pessoa.
    Muito provavelmente a tua avó não está a conseguir viver sem o teu avô e isso por vezes trás transnortos a quem tb gosta dela, como é o teu caso.
    Há que aceitar as escolhas de cada um... por mais que nos custe.

    Um beijo bom para ti xxxx

    ResponderEliminar
  12. É complicado :( eu, infelizmente, já não tenho avós, mas lido com os do Marco... e é verdade, parece que as pessoas chegam a uma certa idade e começam a regredir, parecem as crianças :( deve ser triste assistir à tua avó a deixar-se ir, ela tem que arranjar força para viver, não pode ser assim!... mas não podem deixar que ela passe o Natal sozinha, têm mesmo que a convencer! beijinhos *

    ResponderEliminar
  13. Também já vi esse filme e de facto não é fácil lidar com tal situação. Muita paciência, mesmo muito é o que vocês precisam. Bjinho :D

    ResponderEliminar
  14. Eu trabalho com idosos e sei o quanto é díficil lidar com eles...

    ResponderEliminar
  15. Eu tenho um bocado de medo da velhice, e não gosto de ver os meus avós doentes, sei que é errado mas quando eles não estão bem nao consigo estr com eles porque me afeta muito mesmo.

    ResponderEliminar
  16. Existem pessoas assim, que envelhecem e mudam e algumas vezes acabam por ficar pior em termos de feitio. Também o meu pai este ano quer passar o Natal sozinho e por mais que lhe tente fazer ver que ficava muito melhor em nossa companhia ele insiste que está melhor sozinho. O casmuro. Tal como tu não entendes a tua avó eu não entendo o meu pai. E acho tão triste quererem ficar sozinhos em vez de gostarem de estar com a familia.
    Enfim. Só resta aceitar. Por mais que custe. :(

    bjs

    ResponderEliminar
  17. Tenho uns selinhos para ti no meu blog (;

    ResponderEliminar
  18. Eu acho que só vamos perceber, quando chegarmos à idade dos nossos avós, até lá vai continuar a fazer-nos confusão.

    ResponderEliminar
  19. Com eles temos sempre de ter muita paciência, eu sei bem o que isso é, e ter em conta a idade deles.
    Compreendo a tua impaciência, é complicado.

    ResponderEliminar
  20. :(
    Não é fácil mesmo.
    Tentar 'negociar' um meio termo qualquer.
    Boa sorte.

    ResponderEliminar
  21. O meu avo paterno é assim,para o tirarem de casa é um castigo...
    Mas a minha avo paterna não,sempre a andar de um lado para o outro ...

    ResponderEliminar
  22. Como te percebo querida =S
    Avós paternos já não tenho, só tenho avós maternos e meu Deus, é preciso mesmo muita paciência.
    Realmente não é por mal mas faz-me confusão ver pessoas que eram tão exigentes, que fazian«m tudo e mais alguma coisa, desleixarem-se assim.
    Ficam teimosos e mais parecem bebes grandes =S

    Muitas vezes perco a paciência pois fazem-se de mais doentes do que o que estão só para terem atenção.
    O meu avô então está cada dia pior. Não quer fazer nada, só faz fitas, mas claro, há que aguentar.
    Gostamos deles e são a nossa família mas há alturas muito complicadas =S

    Beijocas

    ResponderEliminar
  23. Tem-se mesmo de ter muita paciência nesta fase são como crianças precisam de atenção e por vezes fazem birras mesmo para obter atenção,a tua avó deu-se á velhice talvez com o desgosto de perder o teu avô a minha querida amada avó morreu com 70 anos fisicamente tadinha estava muito debilitada mas mesmo assim queria fazer tudo como se pudesse e psicologicamente não queria ser velha acompanhou sempre os tempos era muito inteligente :)
    Complicado o que está a passar a tua avó é triste mesmo,força,bjinhos

    ResponderEliminar
  24. Isso é muito comum, e não depende tanto da idade como o que as pessoas costumam pensar. Depende sim da personalidade das pessoas ;) Tenta falar com ela e chamá-la à razão, com a minha avó funciona, que ela para ver os netinhos felizes faz tudo ;)

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  25. A minha avó (preferida vá!) que também me criou meia volta também vem com "lamentações" ideias dessas. Mas nós sabemos que é da boca pra fora que ela está é farta de estar sozinha... E como já não se mexe muito bem não consegue fazer tantas coisas como antes...:S às vezes tbm me dá cá um aperto...:S
    Mas também sou a primeira a reclamar (e às vezes lá uso o meu tom de voz de "má" e lá vai!) e não há nada a fazer! Que raio de ideia é essa?! Então agora lembra-se que não quer ir, mas que parvoíce!...


    beijinho grande irmã! Dá-lhe na cabeça e explica-lhe que no meio dos dias apressados querem aproveitar a calma daquele com ela :))

    ResponderEliminar
  26. Ai que teimosia, mas acho que faz um pouco parte da idade. Tem paciência mulher :P

    ResponderEliminar
  27. pode ser extrememente doloroso conviver com a nossa velhice e assistirmos à falta das nossas faculdades.
    Por dentro podemos sentirmos com 20 anos, mas o espelho reflete uma imagem diferente.
    Mas, 70 anos não é velhice a sério.
    Talvez precise de algo para o humor.
    Há depressões em todas as idades.

    Vai com calma.

    Tens um selinho por lá.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  28. É complicado, eu já perdi as minhas avós, nem conheci o meu avô materno, só tenho o meu avô paterno que vive connosco! Apesar dos seus 85 anos e de agora se andar a queixar das suas doenças, é uma pessoa muito activa, gosta de sair de casa e dar as suas voltinhas pelas hortas, mas também é muito teimoso e casmurro, mas temos de dar um desconto pela idade!
    A avó do meu boyfriend tem 87 anos e não pára, anda sempre a ajudar na cozinha e plas ruas nas suas florzinha do jardim! :)
    Nessas idades quando mais ativos forem é melhor para eles mesmo!

    beijinho

    ResponderEliminar
  29. ui, já tenho mestrado nessa área. a minha avó é muito assim, adora vitimizar-se para chamar a atenção. no almoço do meu aniversário liguei-lhe porque já eram quase 13h e ela não vinha e ela respondeu que não vinha, que não vinha para cá fazer nada LOL lá a chamei à razão e veio. acho que é para chamar a atenção...

    ResponderEliminar
  30. Acho que não reparaste que deixei um miminho para ti no meu blogue :)

    ResponderEliminar