17/09/2013

Aos poucos se vai construindo


O meu amor decidiu apresentar-me à sua mãe. Até ai tudo bem, o pior foi quando dei por mim e não era só a mãe dele que tinha diante de mim mas sim os irmãos, sobrinhos, pais, primos e sei lá mais quem! Eu toda vermelha que nem um tomate lá fui cumprimentado toda a gente tentando não parecer anti social. Gostei muito da necessidade dele em me dar a conhecer a família toda, ainda mais quando percebi que era a segunda rapariga que apresentava à família, sendo que a primeira foi a relação mais duradoura que teve. Por outro senti um aperto no peito que tentei decifrar...Rapidamente percebi do que se tratava. Por um lado ainda me custa um pouco assimilar que a família do falecido a quem por seis anos chamei de minha família e com quem tinha uma relação tão cúmplice não é afinal minha família e tenho de os deixar ir...Por outro senti aquele medo de me tornar próxima de alguém e de acontecer novamente o mesmo...é que parecendo que não quando se acaba uma relação longa não é só com a outra pessoa que tudo acaba, é com toda a família também. 
Mas não há que ter medos, tenho tentado ser racional e levar as coisas com calma, porque com medos ninguém vive. 
Os meus pais ainda não sabem. O meu pai é muito protector e depois da desilusão que teve com o dito cujo não me sinto ainda preparada para dizer que já me meti noutra, ainda mais porque mesmo tendo 25 anos ele nesse aspecto acaba por ser um bocado controlador. Com a minha mãe já me começa a dar aquela vontade de lhe contar que tenho alguém que me faz feliz, mas por outro lado parece-me cedo...Tem de ser algo natural e não forçado embora saiba que se vou esperar pelo momento certo ele nunca aparecerá..Ai são daquelas coisas de inicio da relação que nos deixam apreensivos mas que acabam por fazer parte e deixar-nos de sorriso na cara quando olhamos para trás! Verdade seja dita já tinha saudades deste erguer de alicerces, deste recomeçar e explorar novos rumos =)

23 comentários:

  1. Mas de certeza que vais ter de lhes contar brevemente... afinal de contas ele já te apresentou à família dele :). E, se pensares bem, os teus pais ficarão felizes se tu estiveres feliz :)... não tens de o apresentar já, mas dizeres que ele existe de certeza era algo que também o faria feliz :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com a Cê! Mas faz as coisas quando achares que é o momento certo! Interessa é que sejas felizzzz!!! :D

      Eliminar
  2. Vais ver que daqui a nada está ele a conhecer os teus pais :)

    ResponderEliminar
  3. É certo que não vale a pena pensares muito nisso, mas se as dúvidas em dares a conhecer isso mesmo à tua família são muitas, mais vale esperares mais um pouco.
    Até lá, sê feliz :)

    ResponderEliminar
  4. Não há que ter medo, deixa te ir e sê feliz :D

    ResponderEliminar
  5. Tão bom! Vive calmamente esses momentos!

    ResponderEliminar
  6. É um passo importante, não se pode negar isso, e por isso só deve ser feito quando ambas as partes se sentirem preparadas. Mas confesso que não acho 'correto' haver envolvimento de uma das partes e da outra não, mas também compreendo que te sintas meio constrangida com os teus pais depois de uma relação tão longa... Vais perceber quando for O momento, especialmente com a tua mãe :D

    ResponderEliminar
  7. Que grande passo o dele. E quando estiveres preparada será a tua vez. ;))
    bjs e sê feliz.

    ResponderEliminar
  8. É perfeitamente compreensível. Para todos os efeitos, começar de novo custa sempre, seja qual for a perspectiva. Esta é uma nova família e levará o seu tempo até que tudo esteja normalizado. Agora, é óptimo que ele tenha a necessidade de te apresentar à sua família. Eu tive uma relação de 4 anos (que felizmente já acabou) em que era precisamente o contrário, ele fazia de tudo para não me apresentar à família. Eu acho que é um passo importante, por isso, talvez o teu mais que tudo também deseje que o faças, afinal, isso é como assumir, junto de quem é importante, a pessoa que se ama.

    ResponderEliminar
  9. Eu gosto tanto de te ver assim feliz! Sei que se alguma vez vier a passar por o que passaste me vou lembrar de ti e ter força para também me levantar e seguir em frente!! Beijinho grande *

    ResponderEliminar
  10. O importante é mesmo que se vá com calma e as coisas vão acontecendo, não há um tempo certo para estas coisas :) mas é bom ver que tudo está a correr bem! É mesmo como diziamos há um tempo atrás...tudo passa ;)

    ResponderEliminar
  11. Vai! Prata a frente e que e o caminho :)

    ResponderEliminar
  12. É muito bom quando ele quer apresentar a família :D
    O resto... Vai vivendo as coisas com calma e o que será será!

    ResponderEliminar
  13. E eis que o ciclo natural das coisas se dá. ;)

    Felicidades

    ResponderEliminar
  14. Já leio este blog há imenso tempo, e ajudou-me tanto quando comecei a ler, tinha acabado uma relação de alguns anos também. E como entendo o que tens escrito. Escrevo agora, para te dizer que fico mesmo feliz que estejas entusiasmada e feliz. Mereces. Merecemos. Obrigada por partilhares a tua história.
    Cacatua

    ResponderEliminar
  15. Não tenhas receio pois a vida é mesmo assim... eu nunca deixei de ter contacto com a familia do meu ex, muito pelo contrário falo eu mais com eles que o meu ex propriamente dito. Um relacionamento acabar não faz terminar boas relações que possamos ter tido e queremos até manter com pessoas boas.

    Um beijo doce e sê feliz ღ

    ResponderEliminar
  16. Cada coisa a seu tempo e se ainda não te sentes preparada para esse passo, da tua parte, é porque ainda não tem que ser. Quanto a essa sensação ao conheceres a família do teu namorado parece-me normal, porque no fundo a família do teu ex já era tua também. No fundo acho que não é preciso cortar laços, embora entenda que não seja fácil mantê-los. Mas a vida toma o rumo certo :D

    ResponderEliminar
  17. O mundo é muito pequeno...mais vale contares mal te sintas preparada...saber por fora pode não ser muito agradável para os teus pais, é a minha opinião!
    É tão bom saber que recuperaste bem, continua assim positiva!!!
    Em relação aos penteados pois deves ficar gira na mesma com um apanhado, tenho a certeza! Experimenta ver videos no youtube pois há muita variedade sobre apanhados e assim ficas logo com muitas ideias!! Boa sorte com tudo;)
    Beijinhos*************

    ResponderEliminar
  18. ai babe como eu te entendo, e sabes bem do que falo..
    eu quero é que tu sejas muiiito feliz :)
    e fico muito contente por ti

    beijinhoo<3

    ResponderEliminar
  19. eu passei pelo mesmo.
    continuo a ligar sempre que a mãe ou avô do ex fazem anos mas tal como tu já deixei ir essa família e deixei entrar outra =D
    bjs*

    http://se-tu-saltas-eu-salto.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. Hehe imagino que tenha sido uma situação embaraçosa no ínicio, mas divertida :) Vai com tempo, a altura certa aparecerá para contar :) Continua a ser feliz *

    ResponderEliminar
  21. Olá!
    Tenho passado aqui de quando em vez, mas já não comento há muito!
    Sabes como é que contei ao meu pai que tenho um namorado novo? Foi assim:
    Pai - então queres cá almoçar?
    Eu - Não posso, já tenho coisas combinadas.
    Pai - Vais almoçar a onde?
    Eu - A casa do meu namorado!
    Done! lol
    Claro que depois vieram as perguntas, como se chama, onde mora, quantos anos tem, onde é que trabalha, tem filhos, etc...
    Mas pronto foi tudo soft!
    Já a minha mãe teve a atitude mais parva deste mundo, não quer conhece-lo, não quer saber, e cada vez que vou lá a casa diz-me para ir sozinha, enfim a minha mãe no seu melhor...

    ResponderEliminar