11/11/2013

Acidente!



Sábado à noite tive uma das experiências mais assustadoras que tive até hoje. Fiquei de ir buscar uma amiga a casa para irmos todos tomar um café para comemorar o meu "regresso à vida". Ora que resolvi ir por um atalho para a apanhar mais rápido, só que esse atalho é um caminho no meio do mato, onde não há muita luz e é um bocado perigoso. Ia eu descansada da minha vida quase a chegar à casa dela quando de repente um animal que até agora não sei qual foi (gato ou coelho presumo) se atravessou na frente do carro. O meu instinto foi travar a fundo, mas o carro não parou. Era uma curva apertada e o alcatrão estava repleto de brita. O que acontece é que o carro não parou, derrapou completamente e eu não pude virar o volante porque poderia capotar. Assim sendo fui em frente e o carro basicamente bateu num monte de terra, ficando enfiado numa valeta que graças a Deus não era nada de especial. Agora imaginem - Eu sozinha no meio do mato, no escuro, numa valeta, completamente aterrada. O meu primeiro instinto foi sair do carro para ver como ele estava e fiquei logo a tremer com a maneira com que os meus pais iriam reagir. Liguei ao namorado que veio a correr, liguei à minha amiga que estava à minha espera à porta de casa, liguei a quem estava no café à nossa espera. Foram todos 5* e vieram todos ao meu auxilio para não me sentir sozinha e dar apoio! Depois foi altura de ligar à minha mãe...só queria saber se eu estava bem e correu para lá com o meu pai. O meu pai é o pior mesmo. Neste momento mal me fala e parece que me quer matar com o olhar mas é a tal coisa...só não acontece a quem não conduz certo? Fiquei um bocado abalada com tudo aquilo...Felizmente o que o carro tem não parece ser grave...nada que um para-choques novo não resolva...O problema assim maior é o carro não querer pegar...Das duas uma, com o embate ou accionou o sistema de bloqueio, ou então foi um fio do radiador que foi apanhado pelo embate mas de qualquer modo nada que não se resolva. Sinto-me mal com toda esta situação, não queria trazer mais despesas cá para casa, não queria ter estado envolvida nisto nem parecer uma má condutora...tenho um peso no peito enorme!
Quanto a mim, na altura estava lindamente em termos físicos, não sentia nada de diferente mas quando acordei tinha um joelho roxo e todos os músculos do pescoço doridos, muito doridos! Só me sinto bem no sofá com as costinhas direitas e o pescoço apoiado...parece que fiz exercicio durante uma semana inteira sem parar!
Acho que não ganhei medo de conduzir mas de qualquer modo não sei quando terei coragem para o fazer, ou para pedir o carro ao meu pai novamente! Possas que azar o meu!

39 comentários:

  1. Tem calma, e pensa que poderia ter sido pior - lá está, só não acontece a quem não conduz. A minha irmã tem carta de condução há um ano e conduz pouco; na semana passada devido às greves dos transportes levou o carro 3 dias seguidos para o emprego; acreditas que no último dia, já ela se estava a sentir mais à vontade, ficou literalmente sem travões? Olha, saiu-se bem, conseguiu encostar à berma, chamou o reboque e não ganhou para o susto :)

    ResponderEliminar
  2. o que interessa é melhorares :) antes o carro ficar partido do que tu!! Força!!!

    ResponderEliminar
  3. Oh minha querida o carro é o menos!! Ainda bem que estás bem!

    ResponderEliminar
  4. bem, que situação! felizmente nunca me aconteceu nada parecido, mas se acontecesse não sei se teria sangue frio!

    ResponderEliminar
  5. Oh acontece a qualquer um, o teu pai vai acabar por esquecer. O que realmente importa é que tu estejas bem, ainda por cima a culpa não é tua. Mais vale o carro estragado do que tu magoada seriamente. As melhoras :)

    ResponderEliminar
  6. Bem, eu não sei o que teria feito. Ainda bem que correu tudo bem e que pelo menos até agora não estás com medo de voltar a conduzir! Força nisso! Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Tem calma, essas coisas acontecem e não há dúvida que o mais importante que não te tenhas magoado a sério..aí sim seria complicado para todos. O teu pai está só chateado mas isso passa :) de certeza que lá no fundo ele só está a pensar que ainda bem que não foi nada pior :)

    ResponderEliminar
  8. Que susto querida! Felizmente tudo acabou em bem, agora não vale a pena te martirizares porque acidentes de automóvel só não acontecem a quem não anda. Keep calm :D

    ResponderEliminar
  9. Realmente, que situação :S. Se puderes contribuir para o arranjo do carro, talvez o teu pai fique menos chateado. Em todo o caso, por favor não ganhes medo em conduzir.... é uma independência...

    Sem Jeito Nenhum Blog

    ResponderEliminar
  10. Que valente susto :o O importante é que estejas bem *

    ResponderEliminar
  11. sÃO coisas que acontecem, mas em relação ao teu pai sei como isso funciona.

    De qualquer maneira tudo passa e as melhoras :d

    ResponderEliminar
  12. tal como disseste, só não acontece a quem não conduz... poderia ter acontecido a qualquer um, inclusive ao teu pai! não terias tido o acidente se não fosse o tal animal, não e que não saibas conduzir... se te sentes mal podes sempre pagar pare do arranho do carro...

    ResponderEliminar
  13. o principal e que não te magoaste a serio :)

    ResponderEliminar
  14. O importante é que não ficaste mal, o resto tudo se resolve. Não fiques triste...beijinhos e as melhoras

    ResponderEliminar
  15. Vai mas é ver esse pescoço!
    Beijinhos e as melhoras

    ResponderEliminar
  16. Acontece a qualquer um, independentemente da experiência de condução. Quanto ao teu pai...ele esquece, como tu te irás esquecer deste pequeno acidente. E como diz o outro, ainda bem que foi só chapa :)

    ResponderEliminar
  17. O mais importante é que estás bem... Ainda bem que não te aconteceu nada.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  18. Tadinha, mas o que importa é que tu não sofreste nada de grave. Qunato ao teu pai deixa estar com o tempo passa-lhe.

    bjs e as tuas melhoras.

    ResponderEliminar
  19. Imagino a tua aflição! Mas ainda bem que não foi nada de grave!

    ResponderEliminar
  20. Imagino o susto.
    Calma, cuida-te, se não melhorares vai ao médico, podes precisar de cuidados. Quanto ao teu pai, logo lhe passa a azia. Às vezes a zanga é por imaginar que poderia ter acontecido algo a ti e não a despesa com o carro.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Pode acontecer a qualquer um, e a culpa não foi tua... O que importa é que ninguém se magoou :)

    Beijinhos e as melhoras :)

    ResponderEliminar
  22. É uma chatice quando estas coisas acontecem, já passei por algo do género, mas apenas com chuva miudinha e óleo na estrada...
    O que importa é que não tiveste nada de grave, a lata arranja-se e o humor do teu pai passa.
    Só não acontece a quem não conduz!
    Não fiques muito tempo sem conduzir*
    Jocas

    ResponderEliminar
  23. Já apanhei sustos à conta de animais também! Isto cá passamos em "mato" quase para todos os lugares que tenhamos de ir! Felizmente nunca tive nenhum acidente, mas sustos bastantes sim!
    Vais ver que isso passa ao teu pai, dá-lhe uns dias ;) E melhoras rapidas!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  24. É chato mas pelo menos não te magoas-te e isso é sem duvida o mais importante!

    therainbowbyni.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  25. Imagino o susto :{
    felizmente estás bem isso é o que importa

    beijinhos

    ResponderEliminar
  26. opá, que susto mesmo :\ o que interessa é que não te magoaste, antes o carro do que tu. mas se calhar é melhor ver se nao deste nenhum mau jeito ao pescoço.

    as melhoras, beijocas :D

    http://osdiasdeumalouca.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  27. Tens mesmo que pensar que tiveste muita sorte.
    Com o tempo vais esquecer este azar.
    Força!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. :( não deves ter ganho para o susto. Mas não percas o medo. Termos carta de condução dá-nos muita independência. Força :)

    ResponderEliminar
  29. Caramba, é preciso azar. Mas acontece a todos. Beijinho e força

    ResponderEliminar
  30. carros a muitos querida
    o que importa estares bem
    Bjs grandes e as melhoras

    http://se-tu-saltas-eu-salto.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  31. O que importa é que estás bem... com o tempo o medo passa.
    beijinho e força!

    ResponderEliminar
  32. as melhoras princesa... o estado do teu pai é: "incha, desincha e passa"! beijinho*

    ResponderEliminar
  33. as melhoras :) só não aconetece a quem não anda... não fiques trsite.

    ResponderEliminar
  34. Isso acontece aqualquer um que conduza e só teu pai vai lhe passar. O importante e que estas bem. Beijinho

    ResponderEliminar
  35. Essas coisas acontecem, não é culpa tua. O importante é que estejas bem, quanto ao carro, tudo se resolve. As melhoras :)**

    ResponderEliminar
  36. Felizmente está tudo bem e não passou de um susto!

    ResponderEliminar