22/06/2014

Um dó li tá


Ai decisões decisões...Nunca vos aconteceu "chatearem-se" com o namorado, mãe, prima, amigo por algo e perceberem que têm ambos razão e que apenas depende do ponto de vista?
Isso aconteceu-me no outro dia com o namorado.
Ora como já vos tinha dito agora que comecei a fazer amizades no local de trabalho comecei a combinar pequenos programinhas com eles para descomprimir do trabalho. Sendo que hoje é a mudança de horario (ou seja saimos às 16 e só voltamos a entrar às 16 de amanhã) é a oportunidade perfeita para uma jantarada regada a sagria ainda com a vantagem de jogar Portugal. O horário só voltará a mudar assim daqui a um mês por isso ou é hoje ou só daqui a uma eternidade.
Claro que eu como boa menina que sou, convidei logo o namorado para vir connosco e já falava nisto à uma semana. Só que entretanto a coisa não ficou bem assim. Um grande amigo do namorado que está fora desde o inicio do ano vem precisamente este fim de semana e convidou-nos para ver o jogo e jantar na casa dele. Quando o namorado me disse isto eu vi logo que ia sobrar para mim. Começa logo aquela chantagem psicológico do "Ah mas tu estas com eles todos os dias e comigo só uma horinha por dia e quando é...", "Tal como é a tua unica oportunidade para saires um pouco, é tambem o unico dia que vai dar para estares comigo até mais tarde", "Preferes estar comigo ou com eles?", bom e saiu daqui um problema que nem vos conto!
Eu percebo o lado dele a sério que percebo! Mas vejamos:
- O gajo é amigo dele, não meu.
- Estando o amigo dele fora à não sei quanto tempo será que ele vai utilizar a noite para me dar atenção, ou ao amigo?
- Humm deixem-me pensar, o que será que prefiro: Passar uma noite de risota com os meus amigos ou estar no meio de gente que nunca vi e/ou vi uma vez na vida com quem não me sinto minimamente à vontade?
- Sim estou com eles todos os dias mas é T-R-A-B-A-L-H-O!

Ui o que eu fui dizer! 
"Ah e podes fazer isso qualquer outro dia" (sim porque ficando com horário das 16-00 posso mesmo jantar e sim Portugal vai jogar muitas mais vezes),  "Ah se nunca vieres nunca vais estar à vontade com com os meus amigos", "Nunca estamos juntos por causa do meu trabalho e podiamos aproveitar no domingo", bla bla bla wiskas saquetas!
Pronto cedi. Sem vontade nenhuma, ainda mais porque combinei isto antes dele combinar com o amigo e cedi. "Ok vou contigo, e descombino com eles."
Ainda pensei que ele cedesse, que ficasse com remorsos mas nadaaaa!
Vou ver o jogo junto de um monte de desconhecidos, enquanto os meus amigos vão rir, comer e festejar e ainda me mandar fotos para meter inveja!!
Aii o que uma gaja tem de fazer...Tou chateada com isto, juro que estou.

10 comentários:

  1. Pois acredito que estejas... Mas como vais estar com o teu menino, até vais esquecer ;)

    beijinhos querida

    ResponderEliminar
  2. E porque é que não vais tu para um lado e ele para o outro? Lá por serem casal, têm de fazer tudo em conjunto???

    ResponderEliminar
  3. Fizeste mal!!! Tu jantavas com o pessoal, ele jantava com os amigos e no final da noite encontravam-se para ver a segunda metade do jogo!!! O pior é fazeres as coisas contrariada =/

    ResponderEliminar
  4. E têm que andar sempre juntos? IAS tu com os teus amigo s e ele com os dele.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Um pau de dois bicos...portanto, para a próxima cede ele ahah!

    http://finddyourway.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. É mesmo assim, às vezes temos de ceder nós, outras vezes eles, é preciso é equilibrar as coisas, e quem sabe até te divertes! ;)

    Isa M., Tic Tac Living

    ResponderEliminar
  8. Eu cá acho que devia ir um para cada lado. Amigo não empata amigo. Ele bem pode estar com o tal amigo que não vê há algum tempo e como não tem a namorada por perto pode dedicar-se de corpo e alma ao amigo, e tu, podes curtir com os teus amigos. É a minha opinião.

    ResponderEliminar
  9. Só te digo uma coisa: Segue o teu coração, mas não percas a tua identidade. ;)

    ResponderEliminar
  10. Eu não mudaria os meus planos, isso era certo. Além de que, namorar não implica terem de fazer sempre tudo juntos.

    ResponderEliminar