16/12/2014

O tempo



Como o tempo corre! Agora que trabalho num sitio onde pela primeira vez sou a mais velha, sou tratada como a "crescida" lá do sitio. Acho que ainda não tinha batido em mim que tenho 26 anos, aliás porque para mim isso é apenas um número. Sou a mesmíssima pessoa (apenas com mais bagagem e conhecimento) que era o ano passado, há dois anos e por ai em diante. E afinal de contas o que são 26 anos?  Nada...apenas o começo de uma vida, uma idade jovem e com tanto pela frente! 
As minhas colegas rondam os 21/22 anos e o modo como se dirigem a mim e por vezes me tratam, fazem-me sentir uma pessoa com mais 30 anos que elas! E eu penso...como é possível? Ainda ontem tinha 21 também...ah espera não foi bem ontem! Já viram como o tempo passa?
Por outro lado, grande parte do grupo de amigos com quem me dou já atingiu ou até mesmo passou a meta dos 30. E aí eu lembro-me como para mim, há uns anos atrás, os 30 eram assim uma coisa pra lá de longínqua...Agora? Daqui a 4 anos estou lá e ainda não sei muito bem o que penso disso...Não pela meta dos 30 em si, mas pela ideia de poder lá chegar e não ter um trabalho fixo, capaz de me sustentar e viver ás custas dos meus pais...Isso sim assusta-me! Assusta-me como o tempo passa rápidoo e ao mesmo tempo o que nós queremos que aconteça parece nunca mais surgir! 
Se me perguntassem aí com 15 anos o que me imaginava a fazer aos 30 eu diria que me imaginavam casada, com filhos quem sabe, e um emprego estável. Neste momento sei que isso infelizmente não está assim tão perto. Assusta-me isto do tempo passar tão depressa e de um dia olhar para trás e sentir que não vivi em pleno, que deixei coisas por fazer, que desperdicei o meu tempo...Maldito tempo que corre tão rápido, mais rápido do que a nossa cabeça consegue processar!

15 comentários:

  1. Ultimamente também tenho dado comigo a reflectir sobre as mesmas coisas...

    ResponderEliminar
  2. Ui como te percebo, o tempo passa mesmo a correr !

    ResponderEliminar
  3. tamo junto pretty...sao tantos os sonhos e tanto medo de acabar frustados

    ResponderEliminar
  4. Eu sinto exactamente o mesmo! Às vezes penso, ai mas ainda ontem tinha 18 anos e agora já vou com 23?
    E isto sem planos de jeito para o futuro e sem garantias de nada. Se me perguntassem aos 18 onde me via com 23 anos respondia, mas se me perguntarem agora onde me vejo com 24 não faço ideia!

    ResponderEliminar
  5. As tuas colegas de trabalho são umas exageradas. Não vi qualquer diferença entre vocês!
    Acho que te estás a estigmatizar! :P
    Beijos <3

    ResponderEliminar
  6. Identifiquei-me a 100% com esse texto, muitas vezes também dou por mim a pensar nisso. Será que estou a aproveitar a minha vida como devo? Será que me divirto como devo? Como vai ser o meu futuro. Tantas dúvidas... Mas sabes o que eu penso, isto vai ter de dar à volta, pode demorar mais tempo ou menos, mas vai melhorar =)

    Vamos combinar o nosso cafezito? =) *

    ResponderEliminar
  7. :) eu acho que parei nos 18 porque não me lembro de grande coisa a partir daí. Mas não me identifico com a idade que tenho (a mesma que tu :P), por muito que nem sequer se note a diferença entre mim e alguém com 20, nós sabemos que são mais seis anos. 6 anos. Até dói dizer :|

    ResponderEliminar
  8. Concordo inteiramente contigo, tenho mais um que tu, e o meu mais que tudo fez 31! É assustador ainda estarmos nesta situação... também eu me imaginava provavelmente casada aos 30 e se nao isso, pelo menos com emprego fixo, e nao vejo isso muito perto! enfim! :/

    ResponderEliminar
  9. Como te compreendo! O meu namorado já vai nos 31...

    ResponderEliminar
  10. O tempo passa a voar e quando damos por ela já temos aquela idade que nos parecia tão longínqua. O tempo não pára.

    ResponderEliminar
  11. É mesmo verdade. Como te compreendo e sinto o mesmo.
    Não tenho medo pela idade em si, mas pelo que a minha vida se está a tornar... Será que ainda dependerei da mãe? Será que vou andar a saltitar de trabalho em trabalho? =S

    Beijocas

    ResponderEliminar
  12. Concordo ;) às vezes também sinto isso. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  13. Eu já atingi e passei os 30 mas às vezes nem acredito, é mesmo só um número!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Também tenho 26, e confesso que tudo isso me assusta igualmente...

    ResponderEliminar