22/01/2015

Dieta Paleo


Com o fim do trabalho acabaram-se as horas esquisitas para comer, que me levavam a comer muitas mais porcarias e a não fazer uma alimentação decente.
No outro dia andava pela net e depois de tanto ouvir falar na dieta Paleo e de ver amigas minhas num grupo paleo do facebook decidi ver do que se tratava.

Basicamente, e pelo que percebi, esta dieta remete ao paleolítico (período anterior à invenção da agricultura). Diz quem entende da coisa que foi com esta dieta que evoluímos e que nos moldou geneticamente, sendo portanto a forma mais saudável de nos alimentarmos. Previne o acne, diabetes e doenças cardiovasculares. 
Não há nesta dieta controlo de calorias ou um regime especifico, apenas uma lista do que se pode e não comer. Pelos vistos quem a segue consegue mesmo perder peso mesmo sem o tal controle do que se come!
O que se pode comer: Carne (sem esquecer órgãos e a gordura), ovos, peixes, vegetais, frutas, azeite, manteiga (e não margarina).
O que não comer: Leite, grãos (trigo e derivados, soja e derivados, milho), açucares, pães, bolachas, refrigerantes, cervejas e outras bebidas industrializadas com açúcar, óleos industrializados, óleos vegetais. Feijão e outras leguminosas.

Segundo encontrei no site Sapo Lifestyle:

Prós e contras da Dieta Paleo
Vantagens:
- É rica em fibras, proteínas, vitaminas, minerais e antioxidantes.
- Oferece uma grande quantidade de óleos polinsaturados essenciais (ómega 3).
- Exclui grande parte dos hidratos de carbono, o que facilita o emagrecimento.
- Não contém lácteos ou derivados. Grande parte das doenças reumáticas tem vantagens na exclusão de lacticínios, principalmente do leite.
- Contempla uma exclusão de comida processada.
- Tem um baixo consumo de sal.
Desvantagens:
- A carência de hidratos de carbono pode resultar em falta de energia.
- É difícil de pôr em prática devido ao seu fundamentalismo em termos de opções alimentares.
- Não está adaptada à vida moderna. Apesar da prática de exercício físico, o homem moderno não gasta tanta energia como o que viveu na era do Paleolítico.
- Implica uma monotonia na alimentação. Não contém quatro (laticínios, leguminosas, cereais, legumes) dos sete grupos da Roda dos Alimentos.

E vocês o que acham disto? Já tinham ouvido falar? Eu na minha humilde opinião e percebendo as suas mais-valias acho que era incapaz de a seguir. É claro que concordo que comida industrializada não deve fazer parte da nossa alimentação mas daí a excluir cereais, leguminosas e legumes...hum...Não sei não! O que acham disto?

33 comentários:

  1. Obrigada pela partilha :) não conhecia. Vou dar uma vista de olhos. Beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Vê o blog da Joana , ela experimentou :) - e tem receitas paleo também
    http://omeubemestar.blogspot.pt/2014/10/a-dieta-paleo-e-medicina-tradicional.html

    beijinho

    ResponderEliminar
  3. Pretty, curiosamente ando eu também interessada na alimentação Paleo. Dentro do pouco que já aprendi, parece-me que algumas das informações não estão bem. Esta alimentação não exclui legumes/vegetais. Longe disso. São para usar e abusar (cenoura, nabo, batata doce (esta sim não abusar), couve flor, brócolos, etc).

    Tenho seguido o grupo do FB "Paleo Descomplicado" e o Blog "Sem aditivos" os quais considero bastante completos a nível de informação.

    A nível de leguminosas, sim é para não abusar.

    Lacticínios infelizmente é para cortar.

    Beijinhos! <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nestas coisas das pesquisas da net já se sabe que cada site diz a sua coisa, gostei muito da informação partilhada por ti fiquei muito mais esclarecida (e convencida) :D

      Beijinhooos

      Eliminar
  4. http://www.semaditivos.com

    "O que se pretende é consumir alimentos o mais naturais e com menos aditivos possível, com foco na carne, peixe, ovos, vegetais, fruta, frutos secos e alguns tubérculos, (de preferência "produtos biológicos") deixando de fora os cereais, leguminosas, açucares e óleos vegetais, ficando os lacticínios numa "área cinzenta". O Álcool também é retirado excepto o vinho tinto. A regra de ouro é evitar o "empacotado" e não ter medo das gorduras naturais.


    Confiamos na proteína e gordura (peixe, carne, ovos, gordura animal, azeite, frutos secos) como principais fontes de energia em substituição dos hidratos de carbono complexos (cereais no geral, mesmo os integrais, pão, farinhas, massa, arroz e batata, com excepção da doce que é permitida). Ao ingerirmos hidratos em conjunto com gordura o nosso corpo dá prioridade aos primeiros como fonte de energia e armazena a segunda. Se nos limitarmos à gordura ela passa a principal e deixa de ser acumulada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela informação, fiquei bastante esclarecida :) Parece-me uma dieta bastante coerente, a mim só me faria falta mesmo cereais e algumas leguminosas..Basicamente o regime que eu sigo é igual só acrescento estes dois alimentos

      Eliminar
  5. Já conhecia essa dieta... Mas eu gosto de comer tudo. Adoro massas! Não vale a pena xD

    ResponderEliminar
  6. Muitas pessoas cortam os lacticínios mas eu sinceramente não conseguia ,prefiro cortar no que acho que faz pior e não deixar radicalmente de comer aquilo que gosto :)

    ResponderEliminar
  7. adorei ler! não conhecia e ache super interessente o problema é mesmo a perda de energia, mas de resto acho que era uma boa expriência

    ResponderEliminar
  8. Só um pequeno problema .... eu não consigo sobreviver sem leite :)

    ResponderEliminar
  9. Pois, há tantas dietas que já não sei a quantas ando LOL
    Nunca fiz nenhuma

    Muitos beijinhos
    MUAH*
    Blog | Youtube | Facebook

    ResponderEliminar
  10. r: fazem imenso jeito :o
    quanto à dieta já ouvi falar numa aula de alimentação, mas não foi coisa que eu ligasse muito!

    ResponderEliminar
  11. o corte dos hidratos de carbono é um mito que há muito já deveria ter sido desmistificado eles são essenciais para o organismo e por alguma razão representam o maior grupo na roda dos alimentos. As recomendações da dieta paleo são em muitos pontos seelhantes àquilo que os nutricionistas aconselham as pessoas a fazerem. Tudo é permitido desde que com moderação e complementado com a pratica de exercicio fisico. O segredo está em fazer escolhas informadas.

    ResponderEliminar
  12. Acho que vou experimentar essa dieta!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  13. Só não entendo a cena dos legumes, afinal fruta podemos comer e a fruta tem se ser "cultivada" por nós.

    ResponderEliminar
  14. Não conhecia esta dieta


    tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
  15. Não estou tão radical, mas estou a seguir algumas sugestões. Post em sintonia comigo hoje :))) ca bom!! Beijinho grande e xi-<3!!

    ResponderEliminar
  16. Pessoalmente acho este tipo de dietas ridículas e pouco saudáveis. O ideal é comer tudo com peso e medida. É normal que ao fazer esta dieta as pessoas emagreçam. Mas duvido que a longo prazo sejam pessoas muito saudáveis.

    ResponderEliminar
  17. Não conhecia essa dieta, são muitas privações...eu cá prefiro comer tudo o que gosto mas em poucas quantidades!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Eu não conhecia mas sinceramente. se tenho vontade de me meter em dietas por um lado, por outro penso que não tem lógica... =S
    O meu problema é mesmo a celulite =S

    Beijocas

    ResponderEliminar
  19. Não estou muito convencida...

    Marisa Silva
    Styling Dreams
    http://stylingdreams.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Essas dietas não me convencem.

    Uma dieta deve ser personalizada com seguimento por uma nutricionista.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  21. Entãão, ontem eu estava a ver alguns blogs que não sigo (porque tenho de renovar a minha lista de blogs a comentar/seguir, parece que foi metade embora e é deprimente quase não ter comentários). Vim ter aqui porque costumo ler (vim aqui ter por causa do blog da Pizza) de vez em quando. Com "de vez em quando" quero dizer de mês a mês ler todos os posts que ainda não vi seguidos. Continuaando: pensei "olha, se calhar é estranho porque o meu blog é de receitas (foi por isso que nunca cheguei a comentar), mas paciência, acho que vou seguir". E depois fui ver televisão e deixei a aba aberta, porque faço sempre isso para procrastinar e adiar todo aquele ritual de carregar no botão de "seguir" que parece que nunca mais carrega. Hoje acordei, fiz a minha inspecção matinal do blogger e TINHA UM COMENTÁRIO TEU.
    *tun tun tun TUUUN*
    Bruxaria :P haha
    Conclusão: tomei isto como um sinal do Universo e vim finalmente seguir-te :)
    Sobre o post em si: eu já conheço a dieta há bastante tempo, e também ia sugerir o blog Palavras que Enchem a Barriga - Paleo Edition :)
    Acho que a paleo exclui leguminosas, não vegetais. O que costumo ver "vetado" é o feijão e grão de bico (o que a mim não me incomoda porque é raro comer), deste tipo de coisas (claro que depois há os cereais, lacticínios, açúcares refinados,...). Depois há mesmo várias correntes, o que pode ser um bocado confuso por a informação parecer incoerente. Há quem inclua tubérculos e arroz em pequenas quantidades, há quem inclua chocolate negro, há quem inclua queijos e iogurtes, etc. Depois há aquela versão mais restrita, claro :)
    (A parte do chocolate parece bastante agradável, porque com mel e essas coisas dá para fazer umas boas receitas paleo :P)
    Por que é que a dieta paleo diminui o consumo de sal? E se as pessoas gostarem de uns bifes bem temperadinhos? Hahaha :P

    ResponderEliminar
  22. Acho que para emagrecer as doses são sempre importantes. Claro que se a mudança de dieta for radical é capaz de ser suficiente, mas por muito que atribua importância à qualidade do que se come acho que no caso da perda de peso as porções acabam por ser sempre determinantes - até porque há quem siga a dieta paleo com o objectivo de perder ou até ganhar peso.
    Quanto a não estar adequada à vida moderna por causa da energia não concordo muito, a meu ver a dieta não leva necessariamente a um maior aporte de energia (e até exclui algumas das fontes de energia mais comuns e práticas) :) a monotonia também acho contornável... E quanto à falta de energia já li coisas interessantes sobre a prescindibilidade dos hidratos de carbono provenientes de cereais (até porque há outras fontes) e sobre o uso de gordura como "combustível", mesmo quando aliado à prática de desporto :)
    A maioria das vantagens, por outro lado, também me parece poder ser conseguida com outro tipo de dieta... É uma questão de decidir :)
    Posso parecer uma defensora da dieta, e na verdade até concordo com grande parte daquilo que defende (e acho piada à revolução que é face às ideias tradicionais do que é ser saudável, que às vezes parecem um cliché tiro ao lado, a alguns princípios interessantes e a toda a história das influências das indústrias e pressões económicas nos conselhos alimentares de instituições/estudos relacionados), mas não a sigo :P também não a conheço particularmente bem, vou lendo sobre ela nalguns sítios :) por acaso às vezes ao fim do dia lembro-me "ah, não consumi cereais... Que giro", e alimentos processados também eliminei quase completamente. Leguminosas é muito raro comer. Agora os lacticínios... Os lacticínios não! Não bebo leite há muito tempo, mas queijo fresco batido, queijo fresco e quark são indispensáveis :P é a minha tríade de lacticínios... São eles que me obrigam a pôr o "quase" nos processados ali em cima :) mas eu gosto muito e são baratos, além de serem uma fonte de proteína muito prática para quem não tem paciência para ovos ao pequeno almoço. De resto até nem há muito que como não-paleo, o que é giro porque nunca me lembro e mal reparo, nem é intencional :P sinceramente não me custa nada :) mas também não faço a 100% meesmo, por isso não posso falar muito :) acaba por depender das fases, às vezes como umas coisas e outras vezes outras... É conforme o lado para onde estou virada :P não vejo a necessidade de ser completamente restritiva, porque acho que não é isso que me vai dar menos saúde, e também vou consumindo algumas coisas (tipo arroz) porque não me faz assim tanto sentido cortar tudo. :) Acho que posso fazer os meus próprios critérios para o que considero uma alimentação saudável - como num powerpoint, nem sempre os modelos predefenidos são os melhores (e normalmente até são foleiros, mas não me vou alongar com a minha crítica aos esquemas do powerpoint).
    (POR QUE É QUE UMA COISA TÃO POPULAR TEM ESQUEMAS COM COR DE SAPATO E A NOÇÃO DE ESTÉTICA DE UM BIFACE? PORQUÊÊ?)
    ...Não desfazendo, acho que conseguia seguir a paleo, MINUS queijo fresco batido (e chocolate 99%, que sempre tem uns 0,025g de açúcar por quadrado).
    (E ao sábado continuo a fazer sobremesas e a comê-las, isso é garantido.)

    ResponderEliminar
  23. Desculpa a extensão exagerada do comentário, perdi a noção do "tempo" :P

    ResponderEliminar
  24. Uma dieta complicada, para quem bebe leite todas as manhãs (eu!), vou acompanhar a carne e o peixe com o quê? legumes e ovos apenas? já as dietas no geral dizem também para cortar nas massas, arroz, batatas. Só o consigo fazer à noite!

    bj

    ResponderEliminar
  25. Não conhecia esta dieta.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  26. As boas dietas são aquelas que são equilibradas, retirar, por ex., os hidratos de carbono torna-se prejudicial, é de onde vem a energia, apenas devemos reduzir, nunca cortar.

    ResponderEliminar
  27. Ninguém se lembrou que o pessoal, nesse tempo, vivia p'ra aí até aos 30?

    ResponderEliminar
  28. Eu nunca fiz dieta nem tenciono fazer, como de tudo, mas em poucas quantidades, bebo água e pratico exercício 5 dias por semana. Assunto resolvido :)

    ResponderEliminar
  29. Muito mau o post.
    Que tal ter lido e pesquisado um pouquinho mais antes de escrever tanta coisa errada?

    Já agora, sabia que os legumes também tem hidratos? E não, não são proibidos na estilo paleo. Ou acha que os homens das cavernas comiam bolinhos e bolachinhas?

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Trata-se de um post de alguém que não é médico, nutricionista ou com qualquer formação académica sobre o assunto que fizesse com que estas palavras fossem tiradas da minha cabeça.
      Foram tiradas de sites, da própria página PALEO no facebook e de muitos outros sitios onde se fala no assunto. Apenas me limitei a fazer um apanhado sobre o que encontrei e pedi uma opinião sobre o assunto. Fiz a pesquisa que achei necessária, escrevi aquilo que encontrei. Mas se acha que atacar-me com palavras rudes porque simplesmente não escrevi aquilo que segundo a Rita é correcto, então força. Sinceramente o que escreveu "entrou-me por um ouvido e saiu-me por outro".

      Se o post é mau tem muito bom remédio que é não voltar cá mais e assim não se chateia você, nem me chateia a mim.

      Eliminar