30/05/2017

Falta de vontade!






Não sei se é mal dos Algarves ou mal geral mas a verdade é que desde que ando nisto do mundo do trabalho tenho percebido a dificuldade que existe para contratar pessoas capazes por aqui. A partir de Abril/ Maio é quase impossível arranjar pessoas disponíveis para trabalhar mas se as contratamos de Inverno para ter a certeza que as temos no Verão, chega a hora da verdade e põem-se na alheta!


Lembro-me de no ano passado ser o meio do Verão, estarmos completamente no lodo lá no trabalho por baixas, faltas e pessoal a menos e o meu chefe do Norte me dizer assim: "Mas isto é normal ninguém querer trabalhar? E os que querem faltam por tudo e por nada? Isto no Norte não é assim!"

A verdade é que por aqui é fácil uma pessoa trabalhar de Verão apenas e conseguir ganhar dinheiro pra se manter de Inverno. O pessoal de 20 e poucos não quer grande responsabilidades e em vez de ter um trabalho um ano todo com horários a cumprir acha tãaao mais fácil servir bebidas numa discoteca do Algarve durante o Verão e ficar o Inverno a bocejar em casa...

Juro-vos! Trabalho num sitio onde as pessoas conseguem ganhar um bom dinheirinho, amealhar, ter estabilidade, fazer carreira e são poucos os que aproveitam essa oportunidade!
Candidatos para vagas não aparecem por já ser Maio e quando vem alguém "mas o quê, temos de trabalhar por turnos?", "Só há full time mesmo? Tenho de trabalhar fins de semana?"

Depois se arranjamos alguém que aparenta querer trabalhar não tarda até a coisa mudar.
"Olha desculpa mas hoje não posso ir deixei a chave dentro de casa e agora não consigo abrir a porta portanto não tenho farda para amanhã ir trabalhar" - VERÍDICO
"Olha peço imensa desculpa eu nem sou pessoa de faltar mas não dormi bem esta noite, acho melhor ficar em casa"
"Eu juro que não consigo ir trabalhar hoje, chateei-me com o meu namorado e não estou em condições....buaaaahhh"
Estas e muitas mais...

Vejo gente incapaz de levantar o rabo da cadeira para apanhar um papel do chão, pessoal a contar os minutos até ir embora, pessoal a queixar-se que tem muita responsabilidade, pessoal a esconder-se dos clientes porque hoje-não-é-um-bom-dia-para-atender-quem-quer-que-seja-porque-estou-de-tpm.

Mas depois os 3 ou 4 ordenados mínimos ao fim do mês sabem bem não é?

Claro que não quero nem estou a estereotipar mas a sério tenho tido tão más experiências que pessoas trabalhadoras por aqui já me parecem raridades!

Eu falo por mim era-me impensável ir para um sitio trabalhar e estar um turno todo a fugir das responsabilidades e dos clientes, a reclamar de tudo e a ser basicamente inútil e a preencher o lugar de alguém que precisa e quer trabalhar!

Que se passa com esta gente?

12 comentários:

  1. Sabes que também tenho essa ideia, por experiencias pessoais que tenho tido e por outras a que tenho assistido. O pessoal quer é um horário das 9 às 17, sem trabalhar feriados e fins de semana, sem perceber que isso em certas profissões é completamente impossível.
    E quando falam que os empregadores promovem o trabalho sazonal no Algarve, esquecem-se que muitas das vezes, são os próprios trabalhadores que não querem manter o emprego de Inverno. Obvio que não se pode generalizar, mas já vai sendo recorrente ouvir sobre o assunto.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Não estava a par deste fenómeno =p realmente não sei o que passa pela cabeça das pessoas, há quem queira trabalhar e não consiga e depois há quem tenha boas oportunidades e as desperdice...

    ResponderEliminar
  3. Não sabia disto! E a sério que essas desculpas pegam? As entidades empregadoras aceitam isso e não "pegam" com os trabalhadores? Lol. Já fui trabalhar doente, com febre, com problemas graves para resolver, com exames para fazer no dia a seguir, em feriados, na véspera de Natal e no dia de Páscoa, sem férias... Meu Deus, andei a ser escravizada e nem sabia que essas desculpas poderiam ser usadas :p "Eu e o meu namorado discutimos e não estou com cabeça"... lol! Olha que raio.

    Há mesmo quem não queira fazer nenhum!

    ResponderEliminar
  4. Não sei... Mas aqui no Centro anda tudo aflito à procura de trabalho. Se trabalham quando o conseguem ou não é outra história :/

    ResponderEliminar
  5. Não tenho noção do que se passa em Portugal em relação a isso mas acho ridículo.
    Vivo na Suiça há dez anos e garanto-te que essas desculpas aqui não pegam. Acho triste esse desinteresse e essa falta de vontade. Salário toda a gente quer mas isso deveria ser uma recompensa pelo nosso trabalho e não pelos dias em que nos apeteceu ficar em casa!

    www.anafernandes.ch

    ResponderEliminar
  6. Infelizmente aqui em Lisboa é exactamente o mesmo, ou pelo menos na minha empresa é. O meu patrão farta se de marcar entrevistas e depois ninguém aparece ou então ao fim de 3 dias vão se embora. É tal e qual, não querem trabalhar por turnos, fins de semana e não querem responsabilidades. E também nao querem nem têm gosto em aprender nem em fazer as coisas bem feitas. E faltas então é quase todas as semanas. Pelos vistos esta cidade é como a Suécia, não tem taxa de desemprego 😬

    ResponderEliminar
  7. Não tenho essa noção porque nós ali não estamos a contratar e aliás o nosso departamento parece-me bastante responsável nesse aspecto.
    Mas bem, basta ver e falar de uma coisa que falo à demasiado tempo... Eu já estou ali há mais de ano e meio. Ganho super mal e já me ando a passar. Mas de manhã, não vejo jovens. Aliás, nem de manhã, nem à tarde, ao sair.
    Não há simplesmente ninguém da minha idade. Sou a única que trabalha meu Deus?
    É que nem na rua!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Mas que fazes tu?
    Olha, é assim em mais sítios do que imaginas.
    Eu «fugi» de Portugal - e dos Algarves - e vim parar a Inglaterra.
    Surpreendeu-me encontrar o mesmo estilo.
    Pensei que aqui isso não podia acontecer. Mas há muitos que ficam a ver os outros a trabalhar e só olham para o relógio a lamentar que nunca mais chega a hora de ir embora.

    Devo contudo dizer que os portugueses são dos que mais trabalham. No duro. E aqui essas desculpas não pegam - porque raramente te deixam faltar. Tens de estar mesmo doente e ter um atestado médico ou algo assim. Agora não ir porque estás chateada com o namorado ou porque não tens farda?? Ora essa! A primeira não se justifica e a segunda, arranja-se outra, que alguém te empresta. Mas faltar? Isso cai muito mal. Aqui quando alguém falta começa logo a gozação, pessoas a dizer que é fingimento e mentira. (em caso de doença ou indisposição).

    Mas que fazes tu e quanto ganhas? É coisa de atender telefones? Deve ser algo muito chato mesmo, para ninguém querer parar por aí...

    ResponderEliminar
  9. Há pessoas sem o mínimo de responsabilidade e isso é assustador! Infelizmente, querem ganhar muito sem mexer um dedo :/

    ResponderEliminar
  10. Não entendo muito bem esse modo de vida, mas é de facto o que se vê mais por aí. Qeixam-se que não há trabaljo e depois fogem dele a sete pés....

    ResponderEliminar
  11. Por aqui é o mesmo. Queixam-se tanto do desemprego, mas o problema não é bem o desemprego... Um tema que dava pano para mangas!

    ResponderEliminar
  12. Quem me dera ter um trabalho que me permitisse ter uma vida mais à vontade ..

    ResponderEliminar